Futebol/Copa Verde - ( - Atualizado )

Remo e Nacional-AM inauguram Arena Amazônia de olho em semifinal

Manaus (AM)

Entre os doze palcos da Copa do Mundo, a Arena Amazônia será inaugurada neste domingo, às 17 horas (de Brasília), com uma partida decisiva. O moderno estádio de Manaus será palco do confronto entre Remo e Nacional-AM, válido pelas quartas de final da Copa Verde. Após um empate em 1 a 1 na primeira partida, as duas equipes brigam por uma vaga na semifinal, pela qual vão encarar o Paysandu.

O duelo deste sábado também será o primeiro teste do estádio em Manaus, que já receberá um esquema especial para testar a funcionalidade e a segurança do local. Cientes da importância de deixarem uma boa primeira impressão, o governador do Amazonas, Omar José Abdel Aziz, e o prefeito da capital do Estado, Artur Virgílio Neto, estarão na Arena.

Com capacidade para 44,5 mil pessoas, sendo reduzida a 40 mil durante o mundial, a Arena Amazônia receberá apenas 20 mil torcedores em sua partida inaugural. De acordo com a organização da partida, sete mil ingressos serão destinados aos operários que participaram da construção do estádio. O estádio, no entanto, receberá uma presença ilustre: o ministro Aldo Rebelo acompanhará o duelo.

Antes do confronto, a equipe do Nacional, do Amazonas, já fez um treinamento para reconhecer o novo estádio. A atividade, realizada nesta sexta-feira, ficou marcada pela admiração com que os jogadores do time de Manaus apreciavam a Arena. Ainda assim, ciente de que a beleza do estádio tem que ser deixada fora de campo, o time mandante realizou boa parte do treino com portões fechados.

Após o empate em 1 a 1 na primeira partida, o Nacional precisa de um empate sem gols para avançar às semifinais, mas o Remo pretende usar sua tradição no cenário nacional para surpreender em Manaus. O time paraense precisa vencer fora de casa e por isso contará com o apoio de sua torcida, que promete estar presenta na inauguração do novo estádio. Além disso, o adversário das semifinais também é motivo de inspiração.

Em divisões diferentes nas competições nacionais, Remo e Paysandu dificilmente fazem o tradicional clássico paraense em competições fora do estado. Sendo assim, o confronto tão aguardado poderá ser realizado pelas semifinais da Copa Verde. Depois de eliminar o Princesa do Solimões, do Amazonas, o Papão da Curuzu apenas aguarda o seu adversário da próxima fase.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade