Futebol/Campeonato Gaúcho - ( - Atualizado )

Reservas do Grêmio cedem empate no fim ao São Luiz

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

O time reserva do Grêmio vencia até os 43 minutos do segundo tempo, mas cedeu o empate no fim do jogo para o São Luiz, em Ijuí. Em jogo antecipado da 14ª rodada, nesta sexta-feira, a equipe gremista abusou dos gols perdidos e, mesmo com um homem a mais, cedeu o 2 a 2 no fim do jogo. Saimon e Yuri Mamute fizeram os gols do Grêmio, e Aloísio e Geromel, contra, fizeram os tentos da equipe dona da casa.

Com um gol marcado com menos de dois minutos de jogo, o Grêmio deu a impressão de que patrolaria o São Luiz, mas o time de Ijuí chegou ao empate e passou a gostar do jogo. Era, inclusive, superior em campo quando sofreu o segundo gol, ainda no primeiro tempo. Na etapa final, o time da capital administrou o resultado com tranquilidade, teve chances de ampliar, mas mesmo com superioridade numérica cedeu o empate

O Grêmio segue na liderança do Grupo B, indo a 23 pontos, três a mais que Caxias e Novo Hamburgo. Domingo, com seu time titular, o Tricolor encara o Passo Fundo, na Arena. O São Luiz, com apenas 7 pontos, depende de um milagre para não cair. No domingo, a equipe tem confronto direto e decisivo com o Pelotas, na Boca do Lobo.

O jogo – Praticamente rebaixado, o São Luiz deu mostras de ser um time sem confiança logo na saída de bola. A equipe de Ijuí errou logo nos primeiros segundos e Lucas Coelho invadiu a área sozinho, mas chutou para fora. A 1 minuto e 50 segundos, porém, o Grêmio faria o gol: em cobrança de escanteio de Maxi Rodríguez, Saimon subiu sozinho e pôs o time da capital na frente.

O jogo indicava muita facilidade para o Tricolor, mas aos 11 o time da casa empatou em um lance inusitado: Aloísio arriscou de longe, a bola bateu na trave, nas costas do goleiro Busatto e entrou. O Grêmio quase fez o segundo em falta levantada de Maxi Rodríguez para Geromel, que cabeceou fraco, mas o São Luiz passou a equilibrar a partida.

O empate deu confiança ao São Luiz e tirou a de Busatto, que passou a falhar com frequência. Aos 16, o arqueiro gremista caiu errado em cruzamento fechado de Guilherme Mattana, a bola bateu no travessão e Breno conseguiu evitar a virada. Aos 21, o mesmo Mattana chutou cruzado, Busatto caiu antes e quase tomou o gol. Aos 34, Mateus tentou encobrir o goleiro gremista, que estava adiantado, mas a bola saiu raspando o travessão.

Quando o time de Ijuí era melhor, veio o segundo gol gremista: em lançamento de trás, a zaga do São Luiz e Everton entrou livre. O goleiro Alê abafou a conclusão do jovem atacante gremista, mas Yuri Mamute pegou a sobra e fez 2 a 1. Aos 42, Lucas Coelho quase fez o terceiro, de cabeça, em levantamento de Moisés para a área.

Sem o ímpeto do primeiro tempo, o São Luiz deu campo ao Grêmio no começo da etapa complementar. O jogo transcorreu em ritmo bem mais lento. O Tricolor teve duas chegadas perigosas no começo da etapa complementar: aos sete minutos, Maxi Rodríguez arriscou da entrada da área e Alê defendeu com a ponta dos dedos. O goleiro do time Ijuí fez outra grande defesa dois minutos depois, em paulada de Léo Gago em cobrança de falta.

Apesar da tranquilidade, o Grêmio não forçava o ritmo para matar o jogo, o que deixava o resultado perigoso. Aos 24, o São Luiz quase empatou: Adílson Bahia recebeu na área, chutou, a bola bateu em Saimon e quase entrou. Aos 28, Júnior Barbosa reclamou duramente contra a arbitragem após falta cometida pelo zagueiro Benhur e foi expulso, dificultando ainda mais o panorama para o time da casa.

Ainda assim, o São Luiz quase empatou aos 33: Busatto saiu mal do gol em cobrança de falta e Rodolfo quase marca de cabeça. Ainda assim, o Grêmio, com mais espaços, passou a ter mais facilidade em chegar ao ataque. Aos 34, a zaga do time de Ijuí saiu jogando errado, Maxi Rodríguez invadiu a área e chutou para espalmada de Alê. Jean Deretti pegou o rebote, de cabeça, e mandou para fora. Aos 39, Adriano chutou de fora da área e a bola lambeu o travessão. No minuto seguinte, Everton entrou livre após passe de Guilherme Biteco e chutou por cima.

Aos 43, o castigo: depois de tantos gols perdidos, o Grêmio cedeu o empate. Pela esquerda, Adílson Bahia cruzou, Geromel tentou cortar e fez contra. Geromel quase se redimiu aos 45, mas seu chute foi para fora.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade