Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Roniery não se motiva com goleada paranista e espera CAP concentrado

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes Curitiba (PR)

A goleada imposta sobre o time sub-23 do Atlético Paranaense no clássico do final de semana deu novo fôlego ao Paraná Clube, que vivia um clima de crise pelas más apresentações no Campeonato Paranaense 2014. Agora na fase de mata-mata, novamente o Furacão será o adversário, mas Roniery espera uma partida diferente da que surpreendeu a todos na Vila Capanema.

"É mais um jogo importante, mais um clássico. Quem vence, tem a obrigação de manter. Quem perde, ajusta seus pontos e vem ainda mais preparado", avaliou o jogador, que não acredita que a goleada torna o Tricolor favorito. “Essa coisa de favoritismo fica de fora. A nossa meta é trabalhar para que possamos estar preparado para cada jogo", completou.

Para a partida, o técnico Milton Mendes aguarda pelo retorno do volante Ricardo Conceição, que realiza fortalecimento muscular. Já Toty e Paulinho Oliveira, que se recuperam de lesões, ainda dependem de liberação do departamento médico para retonar aos treinamentos com bola e dificilmente terão condições de jogo.

Janguitão vetado para o primeiro jogo - A Polícia Militar do Paraná vetou a utilização do Ecoestádio Janguito Malucelli para a realização do clássico entre Atlético Paranaense e Paraná Clube pelas oitavas de final do Estadual por falta de segurança do estádio para receber os torcedores. Como o mando é do Furacão, cabe agora ao Rubro-Negro dar uma alternativa à Federação Paranaense de Futebol. Possivelmente a Vila Capanema será utilizada nos dois encontros.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade