Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Sanchez considera “ridículo” clubes grandes caírem no Paulista

São Paulo (SP)

O Corinthians foi apenas o primeiro dos três grandes clubes da capital a deixar o Campeonato Paulista. Para o ex-presidente Andrés Sanchez, o seu time coração, o São Paulo e o Palmeiras tinham a obrigação de não serem superados por equipes de menor expressão no torneio.

“É decepcionante. Com as coisas do jeito que são, com times grandes gastando R$ 8 ou R$ 10 milhões por mês, é ridículo”, definiu Sanchez, durante a sua participação no programa Mesa Redonda deste domingo, na TV Gazeta.

O dirigente se concentrou mais nos problemas do Corinthians, que não passou nem sequer da fase de grupos do Estadual – enquanto o São Paulo caiu nos pênaltis diante do Penapolense nas quartas de final e o Palmeiras perdeu por 1 a 0 para o Ituano nas semifinais.

Reprodução
Sanchez foi o convidado do programa Mesa Redonda e não conteve as críticas aos grandes eliminados
“O Corinthians não se classificou porque é incompetente. Jogou uma droga o campeonato inteiro”, criticou Sanchez, recusando justificativas para o fracasso. “O time já vem com problemas desde o ano passado. Esperamos acertar agora”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade