Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Santos descarta favoritismo, e Ponte quer repetir façanha de 2012

Helder Júnior e Vítor Dalseno São Paulo (SP)

Apesar de ter terminado a primeira fase com a melhor campanha do Campeonato Paulista, o Santos rechaça qualquer tipo de favoritismo contra a Ponte Preta nas quartas de final. Nesta segunda-feira, após reunião entre os dirigentes dos clubes classificados à segunda fase, realizada na sede da Federação Paulista de Futebol, o presidente em exercício do Santos, Odílio Rodrigues, pregou respeito à Macaca.

“Os clubes estão no mesmo nível. Podemos ter muitas surpresas. O Santos não aceita essa condição (de favorito). A Ponte Preta é um adversário com que a gente precisa ter muito cuidado. Tem um bom time, um técnico com bastante experiência e joga bem. Teve alguns resultados enganosos porque colocou o time reserva em campo”, disse Odílio.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Dirigentes das oito equipes que passaram para a segunda fase do Campeonato Paulista se reuniram em São Paulo
Para reforçar a igualdade do confronto, o presidente da Ponte Preta, Márcio Della Volpe, lembrou da façanha alcançada no Estadual de 2012, quando o time de Campinas eliminou o Corinthians também nas quartas de final, em pleno Pacaembu.

“Há dois anos, conseguimos surpreender e tirar o Corinthians, que era o primeiro colocado. Em uma partida, tudo pode acontecer, (porque) o futebol hoje não está tão desnivelado. Podemos conseguir um bom resultado em Santos”, disse.

O jogo único entre Santos e Ponte, pelas quartas de final do Campeonato Paulista, será disputado nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), na Vila Belmiro. Se o duelo terminar empatado, o vencedor será definido nos pênaltis.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade