Futebol/Bastidores - ( )

Sem bonança financeira, Corinthians quer reforços pontuais para elenco

São Paulo (SP)

Se há pouco mais de um ano, o Corinthians confirmava a contratação milionária de Alexandre Pato, a situação financeira no Parque São Jorge atualmente é bem diferente. Nas recentes entrevistas coletivas, o treinador Mano Menezes admitiu que, mesmo após a precoce eliminação no Campeonato Paulista, o clube não deve ter gastos exorbitantes para reforçar o seu elenco.

“Às vezes, você faz uma grande contratação, que é unânime, um grande investimento, e não funciona tão bem, não dá resultado esperados. O que a gente procura nessa hora é encontrar o jogador certo, o que a equipe ainda não tem, e precisa ser acrescentado nesse plantel. Vamos trabalhar nessa linha, mas acredito que vamos solucionar os nossos problemas a tempo, para podermos entrar no Brasileiro melhores do que terminamos o Campeonato Paulista”, explicou Mano Menezes.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Sem uma boa condição financeira, Mano Menezes prefere manter a cautela ao falar sobre contratações
Com tempo de sobra para acertar sua equipe, o treinador do Corinthians também terá que lidar com as especulações que vão rondar o Parque São Jorge nos próximos dias. A primeira contratação cogitada neste momento é a do volante Edson, do São Bernardo. Se o clube alvinegro não confirma a negociação, o presidente do time do ABC paulista já afirmou que o jogador estaria certo com o Timão.

Mano Menezes, no entanto, preferiu manter a cautela. Para o treinador, ter as negociações em sigilo neste momento é uma estratégia para evitar com que outros clubes entrem na disputa pelos jogadores. De acordo com o comandante, muitos jogadores foram observados ao longo deste Campeonato Paulista, e serão contratados apenas aqueles que significarem um efetivo reforço para o Corinthians.

“Se eu disser que nós estamos observando o Edson, é bem provável que o preço dele vai subir na próxima semana e a negociação será mais difícil. É por isso que a gente não fala sobre isso, são coisas que precisam ser tratadas internamente, porque estrategicamente é assim que deve ser. Olhamos vários jogadores e as escolhas vão recair sobre alguns atletas que podem significar algum reforço para o Corinthians”, concluiu o treinador alvinegro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade