Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Técnico finalmente começa a ver o São Paulo “com cara de time”

Helder Júnior São Paulo (SP)

Muricy Ramalho se acostumou a dizer que o São Paulo ainda não era um time nas primeiras rodadas do Campeonato Paulista. A evolução no torneio, no entanto, finalmente convenceu o treinador. Ele foi bastante elogioso depois da goleada por 4 a 0 sobre o Grêmio Osasco Audax, na noite de quarta-feira, no Morumbi.

“A gente começou a melhorar. Antes, estava muito mal. Os grandes do Paulista já estão jogando bem, equiparando-se fisicamente aos pequenos. Meu time está correndo bem agora, ocupando os espaços. Estamos com cara de time, pô”, bradou Muricy.

Para ganhar um “time”, o técnico do São Paulo tem cobrado bastante os seus comandados desde a pré-temporada. Ele nunca se inibe para criticar publicamente a postura que fez o elenco quase ser rebaixado no último Campeonato Brasileiro. “Não tem chinelinho aqui agora. Precisa trabalhar para caramba para jogar. Eles fizeram muita coisa errada e quase caíram para a segunda divisão”, chiou, lembrando o sofrimento de 2013.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Muricy está satisfeito com a evolução física e comportamental do São Paulo na temporada
Apesar de já se mostrar mais dispostos fisicamente para Muricy Ramalho, os jogadores do São Paulo saíram desgastados da partida com o Audax. Os volantes Souza (com dores) e Maicon, por exemplo, não resistiram ao ritmo imposto pelo comandante e acabaram substituídos no segundo tempo.

“Fizemos marcação sob pressão o tempo todo para aproveitar o estilo de jogo do Audax. Foi um desgaste muito grande para o nosso time. Se o Maicon, que é fisicamente forte, pediu para sair, é porque foi muito duro mesmo”, comentou o comandante do time são-paulino, com cara de satisfação.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade