Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Temporal interrompe rachão, e são-paulinos deixam campo às pressas

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

Os jogadores do São Paulo tiveram que deixar rapidamente o gramado do CT da Barra Funda, na tarde desta terça-feira. Depois do treino tático com portões fechados, os atletas foram liberados para a disputa de um rachão, sob chuva.

A atividade transcorria normalmente mesmo no campo encharcado, até que a chuva aumentou a intensidade e os raios começaram a assustar. Assim, a comissão técnica encerrou o treino antes da hora, fazendo com que todos os atletas corressem para os vestiários.

“Todo mundo tem medo dos raios. Caiu um bem próximo daqui, e tivemos de ir para o vestiário. Nós tomamos cuidado”, sorriu o lateral esquerdo Reinaldo, que assumirá a posição de titular contra o Grêmio Osasco Audax, já que Álvaro Pereira está na seleção uruguaia.

Djalma Vassão/Gazeta Press
A forte chuva, com raios, obrigou o elenco são-paulino a ir mais cedo aos vestiários do CT
Os funcionários do São Paulo têm muito cuidado em dias de tempestades no CT da Barra Funda. Na década de 1990, o preparador físico Altair Ramos foi atingido, mas sobreviveu, recebendo prontamente o atendimento necessário.

Apesar de o treino ter sido interrompido mais cedo nesta terça, os atletas não puderam ir para casa, já que o elenco está em concentração para a partida de quarta, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade