Futebol/Copa do Mundo 2014 - ( )

Valcke e Aldo Rebelo lamentam 3ª morte nas obras da Arena Corinthians

São Paulo (SP)

O secretário-geral da Fifa, Jérome Valcke, utilizou seu perfil no Twitter para lamentar a morte do operário Fábio Hamilton da Cruz, que não resistiu aos ferimentos depois de ter sofrido uma queda durante a instalação das arquibancadas provisórias no setor sul da Arena Corinthians, neste sábado.

"Muito triste com a morte trágica do operário hoje na Arena de São Paulo. Meus sentimentos à família e aos amigos", escreveu Valcke.

Aldo Rebelo também divulgou uma nota lamentando a morte do operário. O ministro do Esporte também cobrou que as responsabilidades e as circunstâncias do acidente sejam apontadas.

"O Ministério do Esporte registra seu profundo pesar pela morte do operário Fabio Hamilton da Cruz, em decorrência do acidente ocorrido neste sábado (29.03) na Arena Corinthians, e expressa toda solidariedade a seus familiares e amigos”, diz a nota.

A Fast Engenharia, contratante da WDS Construções, informou que o Fábio Hamilton da Cruz estava utilizando todos os equipamentos de segurança obrigatórios e que a queda foi de uma altura de oito metros. Já o Corpo de Bombeiros divulgou que a queda foi de 15 metros.

Esta é a terceira morte de operário registrada nas obras do estádio paulistano, que sediará a abertura da Copa do Mundo e também outras cinco partidas do torneio. Em novembro do ano passado, a queda de um guindaste matou dois operários no local: Fábio Luiz Pereira, de 42 anos, e Ronaldo Oliveira dos Santos, de 44 anos.

O acidente do ano passado ainda resultou em danos na fachada, interdição dos trabalhos na área afetada e atraso na conclusão das obras. A nova previsão de finalização dos trabalhos é abril.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade