Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Verdão tenta barrar Ponte para ter "campeonato à parte" na última rodada

William Correia São Paulo (SP)

A Ponte Preta está a uma vitória de garantir vaga nas quartas de final do Campeonato Paulista. Mas, ao contrário do que se previa, não terá um time cheio de reservas do outro lado. O Palmeiras não poupou ninguém para somar três pontos no jogo das 16 horas (de Brasília) deste sábado, no Pacaembu, e continuar na caça ao Santos na luta pela melhor campanha da primeira fase.

“Se conseguirmos a vitória, o jogo contra o Santos torna-se um campeonato à parte”, definiu Gilson Kleina. Já classificado, o técnico faz questão da vantagem de decidir as próximas fases no Pacaembu e, para isso, não pode se desgarrar do rival praiano, que tem a mesma pontuação e saldo de gols superior ao Verdão. A ideia é ultrapassá-lo no duelo da próxima rodada, no dia 23, na Vila Belmiro.

Por isso, o treinador abriu mão da ideia de dar descanso aos principais jogadores. A escalação será definida em testes que avaliam o nível de desgaste de cada um depois de vencer o Vilhena na quarta-feira, pela Copa do Brasil, em campo cheio de poças e buracos e enfrentar uma longa viagem para voltar de Rondônia na quinta-feira.

Os desfalques confirmados são Marcelo Oliveira, suspenso por ter sido expulso diante do Paulista, e Wesley, Marquinhos Gabriel, Diogo e Thiago Martins, todos sem condição física de serem relacionados. Dos principais jogadores, é possível que Valdivia fique no banco e tenha Juninho, Patrick Vieira e Vinicius ao seu lado, com William Matheus. Bruno César e Leandro entrando no time. Tiago Alves será o parceiro de Lúcio na zaga.

“Quando enfrentamos o Paulista usando uma equipe bem alterada, fomos com a responsabilidade de vencer e conseguimos. Claro que cada adversário tem seu grau de dificuldade e contra a Ponte ele será maior, com certeza. Mas o que vale a pena desse grupo é que todos entram tentando demonstrar que querem ficar no time. Pode haver queda técnica, mas não de entrega. Isso já é metade do caminho para atingirmos nossos objetivos e ter sucesso”, elogiou Kleina.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Kleina pode deixar Valdivia no banco, mas relacionou o chileno para não perder forças na caça ao Santos
A preocupação é não perder pontos diante de um rival que se preparou a semana toda para o compromisso no Pacaembu. A Ponte Preta atuou só com reservas para golear o Náutico-RR na quarta-feira, pela Copa do Brasil, sem ter nem o técnico Vadão no banco. O que aumenta a cautela diante dos campineiros.

“A Ponte ficou a semana toda treinando, mandou reservas para jogar na Copa do Brasil para fazer conosco o jogo da classificação. Mas, em casa, pedimos a presença da torcida, que é fundamental em decisões. Começamos uma sequência de decisões e espero que possamos ser competentes”, falou Kleina.

Se o Verdão já garantiu até a liderança do grupo D ao final desta fase, a Ponte Preta pode assegurar vaga nas quartas mesmo se perder no Pacaembu caso o São Bernardo perca do Bragantino, também neste sábado, em Bragança Paulista. Mas a Macaca, vice-líder do grupo C com 24 pontos, pretende fazer a sua parte vencendo o Palmeiras para chegar à última rodada classificada.

“Esperamos estar um passo na frente por conta dessa semana de preparação, mas o Palmeiras já atuou com os reservas no fim de semana e venceu. Então dentro de campo é que vai se decidir tudo. Que consigamos desempenhar um bom futebol, como nós nas últimas partidas, e possamos sair de lá com vitória”, disse o atacante Silvinho.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X PONTE PRETA

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 15 de março de 2014, sábado
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Rogério (SP)
Assistentes: Daniel Luis Marques e Patricia Carla de Oliveira (ambos de SP)
Assistentes adicionais: Vinicius Furlan e Regildenia de Holanda Moura (ambos de SP)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Wendel, Lúcio, Tiago Alves e William Matheus; Eguren, França e Mendieta; Bruno César, Leandro e Alan Kardec
Técnico: Gilson Kleina

PONTE PRETA: Roberto; Ferrugem, César, Diego Sacoman e Magal; Bruno Silva, Fernando Bob e Adrianinho; Silvinho, Antônio Flávio e Alemão
Técnico: Vadão

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade