Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Wendel crê que está aprovado e avisa: novo lateral precisará "ralar"

William Correia São Paulo (SP)

O Palmeiras tentou seguidamente a contratação de Moreira, paraguaio do Libertad, não conseguiu e Wendel, volante de origem, é titular absoluto da lateral direita. Por não ter concorrente, o camisa 13 acredita que está satisfazendo a todos com seu trabalho e já avisa: se alguém for contratado, precisará provar em campo que é melhor do que ele.

“Estou contente com minhas atuações. Se não chegou ainda outro lateral direito, é porque o treinador está satisfeito. Assim como a diretoria e o torcedor, que tem me elogiado nas ruas e na internet”, comentou o jogador, que já deu duas assistências na temporada, a última delas um cruzamento perfeito para Alan Kardec abrir a vitória sobre o São Bernardo, na quinta-feira.

Por enquanto, só Bruno Oliveira, que veio da base e perdeu espaço ao se machucar na pré-temporada, pode, ao menos, fazer sombra a Wendel. “O Bruninho é um grande lateral e terá oportunidade. O lateral que chegar terá que dar a vida, ralar bastante porque estamos em um bom momento e o treinador é coerente. Será uma disputa sadia e, se Deus quiser, estarei sempre jogando.”

O discurso não é um alerta, mas uma mostra de tranquilidade do jogador que está vinculado ao Palmeiras desde 2003 e teve raros momentos sem ser contestado. “A busca por um lateral direito não me incomoda, só me da mais motivação para trabalhar mais”, contou. “É normal ter mais um lateral, uma equipe grande como o Palmeiras precisa de um elenco grande e qualificado.”

Divulgação
Volante se fixa na lateral e não teme concorrência (Crédito da foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
Wendel, agora, nem pensa em procurar espaço em sua posição de origem, no meio-campo, setor no qual o Palmeiras mais tem opções. “Antes eu falava que era do meio-campo e estava na lateral, mas hoje estou focado e concentrado somente na lateral. Estou passando um grande momento”, comentou.

“Agora é Wendel lateral, não mais Wendel volante. Apesar de eu estar sempre à disposição para ajudar, como joguei na lateral esquerda e no meio-campo no ano passado. Continuo o Wendel polivalente, o Wendel curinga. Mas, neste ano estou focado somente como lateral”, reforçou, falando de si na terceira pessoa.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade