Corrida e Caminhada/Caixa Wine Run - ( - Atualizado )

Dupla feminina é destaque da Caixa Wine Run na Serra Gaúcha

São Paulo (SP)

A primeira é tricampeã brasileira juvenil de corrida em montanha. A segunda, vice-campeã brasileira da mesma modalidade. Juntas, Sul Rosa, 19 anos, e Daiane de Barros, 29, acumulam conquistas impressionantes. No estado natal, Goiás, as duas são unanimidades. Em São Paulo, lideram o ranking da Copa Paulista Curtlo de corrida em montanha - Rosa nos 8 km e Daiane nos 12 km. Mas ainda buscam visibilidade e reconhecimento nacional em uma modalidade pouco difundida. Por isso, formaram a dupla que disputará a terceira edição da Caixa Wine Run em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, neste sábado.

“Além do desafio envolvido, a Caixa Wine Run tem um lado divertido que nos atrai. O atleta não pode ser sério o tempo inteiro, precisa buscar esses momentos de descontração, às vezes”, observa Sul Rosa. O discurso da jovem goiana pode enganar quem não conhece a sua determinação. “Mas não estou aqui para brincar. Quem quiser me vencer vai ter que treinar muito mais do que eu”, avisa.

Desde pequena, Rosa praticava esportes. Jogava futebol aos 7 anos, mas seu treinador enxergou na menina um talento natural para a corrida. Aos 16, conheceu o técnico Tiago Lima, foi morar na Casa-Atleta bancada por ele e, em três anos, somou 31 vitórias, entre corridas de rua e de montanha, incluindo o tricampeonato brasileiro juvenil em montanha. Chamando a atenção tanto pelo desempenho como pela beleza, a atleta pretende ir mais longe. “Quero chegar entre as dez melhores do mundo em corrida em montanha daqui a cinco anos”, projeta.

Divulgação
Daiane Barros (esq.) e Sul Rosa (dir.) lideram o ranking da Copa Paulista Curtlo de corrida em montanha

A necessidade de usar mais a estratégia e a força psicológica do que a força física é o que atrai a goiana para a desgastante modalidade, ainda com poucas oportunidades de patrocínio. Contando com o apoio do Governo de Goiás, Rosa tem como grande espelho a companheira de treinos, Daiane de Barros, com quem convive há três anos. “Ela foi a primeira brasileira convocada para o Sul-Americano de Corrida em Montanha e para o Mundial, na Suíça”, esclarece. “Não vou correr só para mim na Caixa Wine Run, vou correr para ela, também”, acrescenta.

Outra beldade goiana, Daiane é dessas raras pessoas que sempre souberam o que queriam. “Desejava ser atleta desde muito menina. Via as Olimpíadas pela televisão e achava lindo, as mulheres correndo. Fiz minha primeira prova aos 9 anos”, lembra. Elétrica, como ela mesma se define, foi inscrita pelo professor de educação física em várias distâncias de corrida nos Jogos Estaduais Escolares, aos 15 anos, e venceu todas. Daí em diante, abraçou o atletismo como profissão.

A paixão pela corrida em montanha veio mais tarde, em 2005. “Apaixonei-me pelo desafio”, diz Daiane. Exceção à regra, a atleta é patrocinada pela Faculdade Padrão há 14 anos e vive do atletismo, mas sabe que a carreira é limitada e quer aplicar a formação em Administração de Empresas em sua área. “Hoje, as empresas entendem melhor o valor do marketing esportivo, e que não é só o futebol que gera visibilidade. A corrida em montanha vem crescendo no Brasil", destaca.

“Mas, antes de pensar nesse futuro, quero o título de campeã brasileira de corrida em montanha, e quero para este ano. Chega de ficar com o vice. A CAIXA Wine Run será uma ótima preparação. E uma aventura, também, porque será a primeira vez que a Rosa e eu formaremos uma dupla de revezamento”, decreta.

Agenda do evento: (horários de Brasília)

Sexta-feira, dia 04 de Abril
15 às 22 horas - Entrega de Kits, Centro de Tradições Gaúchas (CTG), atrás do Grande Hotel Dall Onder
19 horas - Palestra "Degustação de vinho, introdução e conhecimento", CTG
20 às 23 horas - Jantar de massas, CTG (disponibilidade para 400 pessoas, opcional)

Sábado, dia 05 de Abril
Itinerário do ônibus - saindo da Casa das Artes (vizinho ao Grande Hotel Dall Onder), passando pelo Dall Onder Vitória e Vinocap
7h30 (horário único de embarque) - destino Largada
8 horas (horário único de embarque) - destino Revezamento 1
8h30 (horário único de embarque) - destino Revezamento 2
9 horas - LARGADA
20 horas - Jantar de gala no restaurante Maria Valduga, Vinícola Casa Valduga (disponibilidade para 300 pessoas, opcional)

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade