Atletismo/Bastidores - ( - Atualizado )

Em depoimento, Pistorius pede desculpas por morte e reforça engano

Pretória (África do Sul)

Após ouvir o depoimento de diversas testemunhas, Oscar Pistorius foi quem depôs no Superior Tribunal de Pretória, na África do Sul, nesta segunda-feira. Na presença de familiares de Reeva Steenkamp, morta dentro do banheiro da casa do atleta, o sul-africano novamente pediu desculpas e voltou a confirmar que efetuou os disparou por engano após achar que sua residência havia sido invadida por um ladrão.

“Eu gostaria de me desculpar. Desde a tragédia, não houve um único dia em que não pensei na sua família. Acordo toda manhã e vocês são as primeiras pessoas pelas quais eu rezo. Eu simplesmente estava tratando de protegê-la. Posso jurar que ela foi para a cama naquela noite se sentindo amada”, afirmou Pistorius.

Enquanto Pistorius diz que se confundiu, a promotoria o acusa de ter premeditado o assassinato da modelo depois de uma discussão do casal. Emocionado, o velocista também comentou que o incidente ainda o perturba.

“Estou com medo de dormir. Tenho pesadelos terríveis, posso sentir o cheiro de sangue e acordar apavorado”, completou.

Com recessos e adiamentos, o julgamento de Pistorius tem previsão para ser encerrado no dia 16 de maio. Caso seja considerado culpado, ele pode ser condenado à prisão perpétua, com direito a liberdade condicional após cumprir 25 anos da pena.

AFP
Pistorius deu seu depoimento pela primeira vez e relatou a necessidade de usar medicamentos para dormir

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade