Mais Esportes/Atletismo - ( - Atualizado )

Por uso de substâncias ilegais, CBAt suspende provisoriamente atleta

São Paulo (SP)

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) anunciou nesta quarta-feira que o atleta Gilmar Silvestre Lopes teve detectada na sua análise de urina as substâncias proibidas Hidroclorotiazida e Metabólito (Cloraminofenamida), ambos diuréticos. O atleta teve a amostra coletada no dia 9 de fevereiro de 2014, na cidade de Timbó (SC), durante a Copa Brasil Caixa de Cross Country, e foi suspenso provisoriamente.

A análise foi feita por um laboratório credenciado pela Wada/Iaaf (Agência Mundial Antidoping/Federação Internacional de Atletismo). A entidade comunicou a CBAt no dia 18 de março sobre a irregularidade, mesma data que o atleta foi avisado.

Gilmar Silvestre Lopes apresentou suas justificativas no dia 28 de março de 2014, mas elas não foram aceitas pela CBAt. O atleta não requereu a amostra “B” de sua urina determinado pelas regras da Iaaf.

O atleta está suspenso provisoriamente desde 16 de abril, tendo 14 dias a contar dessa mesma data para solicitar o seu julgamento pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) da CBAt.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade