Futebol/Campeonato Gaúcho - ( - Atualizado )

Abel comemora o título gaúcho e valoriza conquista sobre o Grêmio

Do correspondente Vicente Fonseca Caxias do Sul (RS)

Um dos técnicos mais vitoriosos da história do Internacional, Abel Braga ainda não havia conquistado um título gaúcho derrotando o Grêmio na decisão. Neste domingo, conseguiu seu primeiro estadual em cima do rival com estilo, aplicando uma goleada por 4 a 1 em Caxias do Sul. A conquista foi muito comemorada por Abelão, que ressaltou a boa campanha gremista na Libertadores para valorizar ainda mais o título.

“O primeiro tempo foi muito difícil, o Grêmio foi superior, e o que aconteceu no segundo só acontece de 50 em 50 Gre-Nais. Foram três gols num curto espaço de tempo, o Grêmio ficou perplexo. Isso não acontece sempre, não existem Gre-Nais dessa maneira”, avaliou Abel.

“O mais importante para o torcedor nem é o título em si, mas ganhá-lo em cima do rival. É o Grêmio que está do outro lado. Um time de valor, com a segunda melhor campanha da Libertadores. Falei para o Enderson que isso não acontece quase nunca. Mas é merecido, pois ganhou quem fez a melhor campanha”, completou Abelão, que consolou o técnico gremista Enderson Moreira após o apito final do árbitro Márcio Chagas da Silva.

Alexandre Lops/Divulgação/Internacional
"O que aconteceu no segundo (tempo) só acontece de 50 em 50 Gre-Nais", sintetizou Abel Braga

Fiel a seu estilo, D’Alessandro, um dos melhores jogadores em campo, aproveitou para provocar o Tricolor: “Aqui nessa terra quem manda somos nós, mas o nosso objetivo é maior, buscar a Copa do Brasil e o Brasileirão, com os pés no chão e trabalhando”, comemorou o capitão colorada.

O gol de D’Ale abriu o placar em Caxias e foi o seu sétimo em Gre-Nais desde 2008. Foi o quinto Gauchão conquistado pelo argentino em seis disputas de estadual pelo Internacional.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade