Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Adilson comanda treino tático, mas segue fazendo mistério sobre escalação

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

O técnico do Vasco, Adilson Batista, está realmente disposto a usar o mistério como uma de suas principais armas para a decisão do Campeonato Carioca, neste domingo, às 16 horas (de Brasília), diante do Flamengo, no Maracanã. Um dia depois de ter fechado a maior parte das atividades para a imprensa, o treinador liberou normalmente a presença dos jornalistas na manhã desta sexta-feira, no CFZ. Porém, comandou uma atividade tática que não permitia uma noção exata do que ele deseja no domingo.

O principal mistério continua girando em torno do substituto do atacante Everton Costa, que vai ter que cumprir suspensão por ter sido expulso no empate por 1 a 1 no primeiro jogo da final. Até então as maiores chances giravam em torno de Bernardo e Thalles, em caso de manutenção do esquema com três homens bem ofensivos, ou então a entrada do volante Fellipe Bastos. Porém, William Barbio apareceu bem na atividade desta sexta-feira, desempenhando algumas funções que poderiam ser consideradas as de Everton Costa. Assim, Barbio, que estava há uma mês afastado dos gramados por conta de dores na coxa direita, passa a ser uma opção real de iniciar o clássico como titular.

Mais uma vez o volante argentino Pablo Guiñazu, que se recupera de uma pancada no tornozelo esquerdo, e o atacante Edmilson, que luta contra dores na coxa esquerda, não apareceram no gramado para trabalhar. Porém, ao que tudo indica não serão problema para a partida do próximo domingo e são aguardados no treino desde sábado. Guiñazu, por exemplo, não participou de nenhum treino do elenco na semana passada e mesmo assim esteve em campo no primeiro confronto da decisão. Portanto, o fato deve se repetir.

Divulgação/Vasco da Gama
Adilson Batista não divulgou qual será o substituto de Everton Costa na decisão deste domingo

"O importante, independentemente de quem vai jogar, é entrarmos com aquele espírito de decisão que nós estamos conseguindo exibir ao longo de todo esse Estadual e que foi o responsável por chegarmos até aqui. O nosso elenco é determinado, todos que estão neste plantel sabem da sua responsabilidade e, tanto nos jogos, como nos treinos, estão dando o máximo para a equipe atingir o objetivo de conquistar o título. Portanto, estamos confiantes que vamos conseguir o resultado", afirmou o zagueiro Rodrigo.

Ainda em relação ao treino desta sexta-feira, após a atividade tática alguns jogadores procuraram cobrar faltas para manterem o pé em forma caso surja alguma oportunidade na decisão. O que se viu foi um verdadeiro duelo entre Fellipe Bastos, conhecido pela potência de seus chutes, e o goleiro uruguaio Martin Silva. Douglas também trabalhou. O apoiador chegou a marcar um gol de falta na derrota de 2 a 1 para o Flamengo na fase inicial do Estadual, mas o trio de arbitragem não percebeu que a bola entrou no lance e não validou o gol.

Com essa dúvida quanto ao substituto de Everton Costa, o Vasco deverá ir a campo com a seguinte escalação: Martin Silva, André Rocha, Luan, Rodrigo e Marlon; Pablo Guiñazú, Pedro Ken e Douglas; Thalles (Wlliam Barbio, Bernardo ou Fellipe Bastos), Edmilson e Reginaldo. Neste sábado acontece mais um trabalho tático pela manhã, em São Januário, e depois começa o período de concentração. Como o Flamengo fez melhor campanha na fase de classificação e joga pelo empate, apenas a vitória dará ao Vasco o título estadual.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade