Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Após comemorações do título carioca, Jayme define time nesta sexta

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Em uma semana arrastada por conta das comemorações pela conquista do título do Campeonato Carioca, o técnico do Flamengo, Jayme de Almeida, deixou para esta sexta-feira a definição da equipe que vai estrear no Campeonato Brasileiro enfrentando o Goiás neste domingo, às 18h45 (de Brasília), no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Existia a expectativa de que alguns sinais fossem dados na manhã desta quinta-feira, mas o treinador optou por mandar a campo os reservas para a disputa de um jogo-treino contra o Boavista-RJ.

Com os reservas atuando no jogo-treino, os titulares trabalharam em separado, no campo 2 do Ninho do Urubu, sob a supervisão do ex-goleiro e auxiliar-técnico Cantarelli. Porém, mesmo sem ainda escalar a equipe, Jayme já ficou sabendo que terá problemas. O meia Elano, o lateral direito Léo, e o atacante Hernane seguem de fora. Os três ganharam a companhia do zagueiro Samir, com dores na região lombar e que já foi vetado pelo departamento médico.

O volante paraguaio Víctor Cáceres, recuperado de uma luxação no ombro direito, até voltou a treinar com bola, assim como o lateral esquerdo João Paulo, livre de dores na coxa direita. Mas, ainda sem ritmo de jogo, eles não serão relacionados para o duelo contra os goianos.

Sem Samir, Chicão deverá ser o companheiro de Wallace na zaga, uma vez que o equatoriano Erazo atravessa um péssimo momento. O jogador cometeu o pênalti que originou o gol do Vasco no empate por 1 a 1 na final do Campeonato Carioca. Se não fosse o gol anotado pelo volante Márcio Araújo nos acréscimos do segundo tempo, o defensor deixaria o campo como vilão mais uma vez.

Quem também não participou do treino e não pisará mais no Ninho do Urubu é o volante Feijão. O jogador, que estava emprestado pelo Bahia até 31 de dezembro, foi devolvido antes do fim do empréstimo. Envolvido nesta negociação, o atacante Rafinha permanecerá no clube baiano até o fim do ano. A saída do jogador faz parte do planejamento da diretoria para reduzir a folha salarial e abrir espaço para novas contratações. O meia Carlos Eduardo, por exemplo, já foi liberado para procurar outra equipe, mesmo tendo contrato até junho.

Nesta sexta-feira pela manhã o elenco do Flamengo volta a treinar no Ninho do Urubu e Jayme vai confirmar a escalação. A tendência hoje é que o time vá a campo com: Felipe, Leonardo Moura, Wallace, Chicão e André Santos; Amaral, Luiz Antonio, Márcio Araújo e Everton; Paulinho e Hernane. Neste sábado o elenco treina pela manhã e depois a delegação viaja para a capital federal.

Ainda sobre o treino desta quinta-feira, os reservas venceram o Boavista por 3 a 0, com dois gols de Pedro Paulo e um de Renato Maceió, ambos jogadores promovidos do time de juniores. Ambos entraram no decorrer da atividade, que o Rubro-Negro iniciou com: Paulo Victor, Digão, Frauches, Erazo e Fernando; Recife, Muralha, Mattheus e Negueba; Igor Sartori e Nixon.

Fora de campo, a casa do primo do goleiro Felipe amanheceu pichada com ameaças. O jogador na segunda-feira deu uma declaração polêmica dizendo que foi mais gostoso ganhar roubado o Campeonato Carioca e ironizou a falta de títulos recentes do Vasco. Após isso, ele se desculpou publicamente.

Divulgação/Flamengo
Paulinho deve estar entre os titulares do Flamengo na partida de estreia contra o Goiás (Foto: Gilvan de Souza)

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade