Futebol/Campeonato Carioca - ( )

Após eliminações, Botafogo convive com risco de desmanche

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

A eliminação do Botafogo na Copa Libertadores continua trazendo problemas ao clube. A perda de receita com a saída precoce, na fase de grupos, foi calculada em torno de R$ 10 milhões. Isso sem falar nos prejuízos com a pior campanha da história no Campeonato Carioca. Diante deste cenário, com os salários atrasados e diversas receitas penhoradas, o Glorioso caminha para ser um dos clubes que mais vai sofrer com a abertura da janela de transferências internacionais, em maio. O Alvinegro passa a conviver com o sério risco de um desmanche.

O zagueiro Dória e o meia uruguaio Lodeiro dificilmente permanecerão em General Severiano. Ambos foram mantidos apenas por conta da Copa Libertadores. O primeiro tem nas mãos propostas de Juventus e Milan. A segunda hipótese é a mais provável, já que o atleta voltaria a convicer com o meia holandês Clarence Seedorf, agora treinador do clube italiano.

Lodeiro tem diversas propostas do Leste europeu, porém sua venda só vai ser concretizada depois da Copa do Mundo. Isso porque o jogador pode acabar se valorizando durante a competição, pois é nome praticamente certo na Celeste.

Divulgação/Botafogo F. R.
Botafogo sofre com eliminação precoce na Copa Libertadores e fracasso no Campeonato Carioca

Outro jogador que dificilmente vai permanecer em General Severiano é o volante Gabriel, outro mantido apenas por conta da Copa Libertadores. O jogador tem uma boa proposta do Porto, onde esteve em janeiro realizando exames médicos. Ele, inclusive, retirou passaporte europeu para ter facilitada uma transferência na metade deste ano. Com muitas opções de volante no elenco, o Botafogo, que precisa de receita, não colocará maiores obstáculos.

Quem é nome certo para sair é o volante Renato, com contrato somente até junho. Visto como reserva pela diretoria, a não renovação de contrato do jogador vai representar R$ 300 mil a menos por mês. O valor, inclusive, será levado em consideração para o acerto com o atacante Emerson Sheik, que está deixando o Corinthians rumo a General Severiano.

O goleiro Jéfferson também já tem sondagens de clubes do exterior e poderá sair. O jogador, porém, vai ver a diretoria se esforçar em mantê-lo, já que é do atual elenco quem tem mais empatia com a torcida. Hoje o arqueiro é o grande ídolo das arquibancadas alvinegras e já deu entrevistas dizendo que permanecerá enquanto for valorizado. Porém, nos corredores de General Severiano se fala em uma possível proposta do Manchester United, o que deixaria Jéfferson balançado com a chance de jogar a Champions League.

O clube ainda tenta reduzir o elenco com o empréstimo de jovens. O meia Octávio foi cedido ao ABC na semana passada. O lateral direito Alex, o lateral esquerdo Anderson, o zagueiro Matheus, os volantes Sidney e Fabiano e o atacante Sassá deverão ser emprestados para ganhar mais experiência. O clube recentemente emprestou o atacante Henrique ao Bahia. O jogador ainda é visto como tendo potencial para deslanchar, mas não conseguiu ainda corresponder nas oportunidades que teve com a camisa alvinegra.

Dentro de campo, o elenco volta a trabalhar nesta terça-feira, provavelmente já conhecendo seu novo treinador, de olho na estreia no Campeonato Brasileiro, no domingo, às 16 horas(de Brasília), diante do São Paulo, no Morumbi, na capital paulista.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade