Futebol/Campeonato Catarinense - ( )

Após título, Marcos Assunção exalta "desacreditados" do Figueirense

Florianopolis (SC)

Marcos Assunção chegou em Santa Catarina com a incumbência de ser o homem das bolas paradas no esquema tático do Figueirense. Na partida decisiva do Campeonato Estadual, o camisa 20 foi decisivo, cobrando a falta que originou o polêmico gol de Lúcio Maranhão, o segundo do triunfo sobre o Joinville, pelo placar de 2 a 1, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Com o troféu após o embate, o experiente volante foi enfático ao analisar a campanha alvinegra na competição: “Chegamos aqui com jogadores desacreditados, mas o importante é que reconquistamos o que éramos. Ainda somos atletas de futebol. As pessoas precisam nos respeitar. Tive um 2013 péssimo, por causa de uma lesão, e muitos diziam que eu estava fazendo corpo mole, que não queria jogar no time do meu coração (Santos). Mas hoje dei a volta por cima. Essa alegria tem que prevalecer”, expressou.

Adiante, Assunção celebrou o nível técnico dos embates e elogiou a postura de seus adversários: “Vocês viram como foram difíceis as duas partidas. Eles ganharam lá (por 2 a 1) e nós devolvemos o placar aqui. O Joinville lutou até o final e está de parabéns por tudo. Foi uma decisão merecedora, entre os melhores do campeonato”, sintetizou.

Por fim, o camisa 20 desviou o foco da conquista estadual e já planejou a estreia da equipe no Campeonato Brasileiro: “Temos hoje, amanhã e terça para comemorar. Depois, o título vai ser passado. Precisamos nos concentrar no Campeonato Brasileiro. É necessário humildade e pés no chão para que essa alegria prevaleça”, finalizou.

Divulgação/Figueirense F.C.
"O importante é que reconquistamos o que éramos", disse Assunção (Foto: Luiz Henrique/Figueirense F.C)

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade