Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Atlético-MG desiste de ter atacante Anelka e dirigente explica motivos

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O Atlético-MG não terá mais o atacante francês Anelka. O diretor de futebol, Eduardo Maluf, explicou nesta terça-feira, os motivos que fizeram o clube desistir de contratar o jogador, que não se apresentou ao time brasileiro na data estipulada entre as partes.

“No fim de março o agente do Anelka estava no Rio junto com Robson Lima e nos colocou a possibilidade do acerto com o Anelka. No dia 4 de abril, quando emitimos a passagem do Anelka, do agente e do irmão dele, tínhamos um pré-contrato assinado pelo Cristian Cazini, que assinou até dezembro de 2015. Vieram o Cristian e o Claude Anelka, chegaram a BH no dia combinado. Nos colocaram que havia um problema no embarque e que ele viria na semana seguinte”, disse Maluf, que completou.

“O Anelka falou com Ronaldinho Gaúcho, disse que teve um problema, que o passaporte estava retido. Demos um limite para ele se apresentar, que era ontem. O presidente tuitou na sexta-feira. Tinha tudo acertado. Hoje recebemos um email do Cristian, onde o Anelka, que se tornou muçulmano, estaria participando de um encontro de muçulmanos no Kuwait, Está cancelado”, garantiu.

O dirigente atleticano disse ainda que o Galo é muito maior que o atacante francês e que vai reclamar na Fifa. “Vamos fazer uma representação contra o agente dele. Ele tinha a obrigação de nos confirmar do evento no Kuwait. A grandeza do Atlético-MG é muito maior do que o Anelka. Portanto, o Anelka é carta fora do baralho no Atlético-MG. A conduta dele mostrou que ele não é profissional”, concluiu.

AFP
Anelka não se apresentou na data estipulada e está fora dos planos do Atlético-MG para 2014

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade