Futebol/ Copa Libertadores - ( )

Atlético-MG tem jogo da vida na Libertadores contra xará colombiano

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

Superação, garra e principalmente gols são ingredientes que não poderão faltar ao Atlético-MG na noite desta quinta-feira, no Independência. O Galo vai receber os colombianos do Atlético Nacional, às 19h15, no caldeirão do Horto.

Somente uma boa vitória, preferencialmente elástica, interessa Ronaldinho Gaúcho e companhia. No jogo de ida, em Medellín, os colombianos venceram por 1 a 0, com um gol no finalzinho da partida, o que garante ao Atlético Nacional o direito de empatar o confronto em Belo Horizonte. Um revés por um gol de diferença, desde que seja com placar de 2 a 1 em diante também garante aos colombianos a vaga nas quartas de final da competição continental.

Para o Atlético-MG somente um triunfo por dois gols de diferença garante o Galo de forma automática na próxima fase. Se devolver o placar da ida, a decisão será na disputa de pênaltis. O goleiro Victor quer evitar tanto sofrimento, mas deixa claro que essa equipe já está acostumada a passar por momentos difíceis, e sempre tem superado as adversidades.

“Não é novidade para a gente. Foram dois a zero que a gente teve que reverter ano passado. É uma situação que não queremos passar. Mas são os desafios que engrandecem o clube. Esperamos que mais uma vez que o Independência esteja do nosso lado, que o torcedor nos apoie. O importante é conseguir a classificação”, declarou o goleiro.

Divulgação/Atlético Mineiro
Levir Culpi encara, nesta quinta-feira, seu primeiro grande desafio como treinador do Atlético. Missão é eliminar os colombianos e passar às quartas de final

Desfalques

Sobre o time que entra em campo, o treinador alvinegro segue sem poder contar com o volante Josué, entregue ao departamento médico. Outras baixas são: o argentino Dátolo, que está em fase final de recuperação de um estiramento no adutor da coxa direita e o lateral-direito Marcos Rocha, que continua se tratando de estiramento na região posterior da coxa direita.

No Atlético Nacional, o técnico Juan Carlos Osório garante que os colombianos não vão ficar na retranca no Independência. Segundo ele, jogar pelo empate está descartado. O treinador, porém, considera que segurar o placar nos minutos finais poderá ser um recurso usado dentro do Horto.

Osório poderá ter ao menos um desfalque para encarar o Galo. O meia-atacante, Alex Mejía, é dúvida para o jogo desta quinta-feira. O jogador sofreu uma entorse no tornozelo durante treinamento, na Colômbia, mas veio para com a delegação do Atlético Nacional para o Brasil. Já Cardona, que havia sido desfalque por suspensão no jogo de ida das oitavas de final, está de volta.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade