Futebol/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

Atlético-MG tenta acabar com jejum de gols contra xará da Colômbia

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

Atual campeão da Libertadores, o Atlético-MG inicia nesta quarta-feira mais uma etapa rumo ao bicampeonato da América. O Galo vai encarar o Atlético Nacional de Medellín, às 22 horas (de Brasília), no estádio Atanásio Girardot, e além do adversário, os mineiros terão que superar a falta de gols para trazer um bom resultado para o Brasil, para decidir a vaga nas oitavas de final no Horto.

O Atlético-MG tem convivido com a falta de gols nos últimos jogos, jejum que incomoda os atacantes da equipe, que não conseguem balançar as redes. Diego Tardelli amarga nove partidas sem sentir o gosto do gol, e não esconde que a situação é preocupante, mas aposta que as bolas nas redes vão voltar a fazer parte da rotina do Galo.

“Estou incomodado, é difícil, venho trabalhando, me esforçando ao máximo nos treinamentos. Uma hora os gols vão voltar. É continuar trabalhando. Pude fazer uma partida boa contra o Corinthians, só está faltando um golzinho para as coisas melhorarem”, afirmou.

Divulgação/Atlético Mineiro
Um dos destaques do Atlético-MG na Libertadores do ano passado, Tardelli tenta voltar a se destacar
Diante dos colombianos, o Atlético-MG poderá contar com a volta do atacante Jô, que é uma das esperanças da equipe para voltar a ver a bola nas redes. O jogador foi poupado na estreia do Campeonato Brasileiro contra o Corinthians, mas tem presença certa nesta quarta-feira. “Temos que ter tranquilidade. Na Libertadores, tem que fazer gol e trazer um bom resultado”, comentou.

A entrada de Jô é a única mudança confirmada em relação ao time que empatou contra o Corinthians na estreia do Brasileiro. O lateral-direito Marcos Rocha segue lesionado e Alex Silva será titular na Colômbia. Na ala esquerda, Emerson Conceição foi inscrito na competição continental e fará a estreia na Libertadores. Apesar de admitir que Fernandinho é favorito para ocupar um lugar no ataque, Autuori afirmou que pode dar chance a Guilherme por questões táticas, algo que só deve ser definido horas antes da partida.

O Atlético Nacional surpreendeu ao se classificar ao lado do Grêmio, eliminando o Newells Old Boys, o que dá confiança para os colombianos, que tem tradição na Libertadores e prometem dar trabalho para o Galo, principalmente no jogo de ida, já que o estádio Atanásio Girardot vai receber uma grande público para pressionar os brasileiros.

O técnico Juan Carlos Osório perdeu Cardona, que recebeu cartão vermelho no jogo contra o Newells Old Boys e fica fora diante do Atlético-MG. Para complicar mais a situação dos colombianos, a equipe de Medellín não costuma se dar bem contra times do Brasil. Desde 2000, o Atlético Nacional enfrentou brasileiro em 12 oportunidades, com uma vitória, dois empates e nove derrotas - três delas no Atanásio Girardot.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO NACIONAL-COL X ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Atanásio Girardot, em Medellín (COL)
Data: 23 de abril de 2014, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Martin Vazquez (URU)
Assistentes: Miguel Nievas e Carlos Changala (ambos do Uruguai)

ATLÉTICO NACIONAL-COL: Armani; Medina, Murrillo, Díaz e Bocanegra; Berrío, Valencia, Cárdenas e Arias; Mejía e Tréllez
Técnico: Juan Carlos Osório

ATLÉTICO-MG: Victor; Alex Silva, Leonardo Silva, Otamendi e Emerson Conceição; Pierre, Leandro Donizete, Ronaldinho e Tardelli; Fernandinho (Guilherme) e Jô
Técnico: Paulo Autuori

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade