Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Autor de golaço, Paulinho exalta bronca de Jayme para buscar empate

Rio de Janeiro (RJ)

O Flamengo tinha a vantagem de jogar por dois empates para levar o título no Campeonato Carioca, mas a postura inicial do time rubro-negro decepcionou o seu torcedor. Apático no primeiro tempo, o time de Jayme de Almeida viu o Vasco inaugurar o marcador e precisou levar uma bronca do treinador no intervalo para buscar a igualdade na etapa complementar. Autor do golaço de empate, que definiu o resultado em 1 a 1, Paulinho ressaltou a bronca dada pelo comandante.

“No intervalo do jogo, conversamos que era para acordar e o Jayme nos alertou que não poderíamos abrir mão do que a gente havia feito na quarta-feira, pela vontade, pela garra que nós demonstramos dentro de campo. Isso faltou no primeiro tempo. Se tivéssemos entrado com esse espírito, talvez poderíamos até ter feito o primeiro gol”, disse o atacante, que marcou um balo gol.

Alexandre Vidal/Fla Imagem
Paulinho acertou um belo chute no segundo tempo e deu números finais ao clássico no Maracanã: 1 a 1
Se estava complicado furar a defesa do Vasco, que conseguia segurar o resultado mesmo com um jogador a menos, Paulinho foi ousado e mandou a bomba de fora da área. Desta forma, o atacante acertou um lindo chute, sem dar chances ao goleiro Martín Silva. Ao falar do lance, o jogador também elogiou seu treinador. “O Jayme vinha me cobrando para chutar no gol. Acabei acertando um lindo chute”.

A recuperação do Flamengo no segundo tempo, aliás, também foi citada por outros jogadores, que adotaram um discurso praticamente único após o apito final. O meia Everton, que entrou no segundo tempo e deu outra cara para o confronto com suas arrancadas em velocidade, falou sobre o espírito da equipe rubro-negra, criticando a apatia demonstrada no início do confronto.

“Isso é o Flamengo, e não aquele flamengo apático do primeiro tempo. Agora ficou tudo para o segundo jogo”, disse Everton, que foi acompanhado pelo atacante Negueba. “O mais importante foi ter saído com o empate para definir no domingo. Como a gente tinha conversado nos vestiários, temos a vantagem, não era o que a gente queria, mas foi bom”, concluiu o jogador rubro-negro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade