Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Autuori lamenta chances perdidas, mas tenta dar confiança a atacantes

Uberlândia (MG)

Cada um dos três jogadores mais avançados do Atlético-MG teve uma chance clara para marcar no empate por 0 a 0 com o Corinthians, em Uberlândia, na cara do goleiro Cássio. As falhas foram lamentadas por Paulo Autuori, mas o técnico procurou passar a confiança a Guilherme, Diego Tardelli e Fernandinho.

“Conversei com os atletas. Esses lances não podem colocar em dúvida o potencial e a qualidade que têm. Eles já mostraram que são importantes nos títulos do ano passado, e as coisas vão acontecer com naturalidade. Tenho certeza de que a equipe vai ser competitiva a partir do momento em que formos mais incisivos na frente”, disse.

Guilherme foi o primeiro a aparecer livre na área, batendo de pé esquerdo e parando em Cássio. Tardelli teve sua oportunidade já na etapa final, recebendo sozinho e batendo forte por cima. O terceiro a duelar com Cássio foi Fernandinho, que tentou driblar o goleiro e sofreu com sua envergadura.

Bruno Cantini/CAM
Fernandinho tentou driblar Cássio, que usou sua envergadura, esticou o braço e impediu o gol
“Pecamos na hora de finalizar, mas ficamos felizes porque estamos criando bem as jogadas”, afirmou Guilherme, que não figurava na lista de prováveis titulares na partida contra o Corinthians. Jô, com dores na coxa direita, acabou sendo preservado para o duelo com o Nacional, na quarta-feira, pela Copa Libertadores.

O centroavante será escalado em Medellín, na primeira parte do confronto com os colombianos, pelas oitavas de final da principal competição sul-americana. A expectativa de Autuori é que a presença de um homem de área melhore as finalizações alvinegras.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade