Futebol/Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Baier e Lucca não treinam e devem voltar só em Maio

Criciúma (SC)

A partida contra o Palmeiras, válida pela 1ª rodada do Cameponato Brasileiro, trouxe muitos prejuízos para o Criciúma. Não foi somente a perda dos três pontos que afetou o Tigre. O armador e líder do time, Paulo Baier, e o atacante Lucca não se apresentaram aos treinamentos da última segunda-feira, no Heriberto Hülse, por conta de problemas físicos e não devem encarar o Goiás, no próximo domingo.

Segundo o médico do clube, José Carlos Ghedim, o tornozelo direito do capitão do Criciúma recebeu uma carga muito forte durante o duelo contra o Palmeiras e, por isso, focará o atleta para a recuperação física durante a semana, passando por sessões de eletroterapia.

“Ele vai ficar fora desta partida para ganhar um respiro na articulação e na carga recebida no tornozelo direito. Ele apresenta uma dor crônica no local. Nesta semana ele não participará dos treinos”, explicou o médico.

Já o atacante Lucca, que nem participou da estreia no torneio nacional, continua sentindo dores na articulação do joelho direito e deverá continuar entregue ao departamento médico nesta semana.

”Lucca tem um problema semelhante ao de Baier. Ele sente muito na hora do chute”, confirmou Ghedim.

Os dois atletas, segundo o médico do tricolor catarinense, devem ser liberados somente para o clássico diante do Figueirense, válido pela 3ª rodada da Série A, que acontecerá no dia 4 de maio, no Heriberto Hülse.

Divulgação/Criciúma E. C.
Paulo Baier é o principal desfalque da equipe catarinense para o duelo contra o Goiás, no próximo domingo

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade