Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Botafogo espera pressão contra o Internacional

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

O Botafogo vem atravessando um momento muito complicado. Fora de campo, a diretoria passa por uma crise financeira e de autoridade, com as escolhas erradas se tornando visíveis e com os salários dos jogadores atrasados já há dois meses. Dentro das quatro linhas, o time fez a sua pior campanha na história do Campeonato Carioca e da Copa Libertadores. Para agravar ainda mais esse cenário, a estreia no Campeonato Brasileiro foi desanimadora: 3 a 0 diante do São Paulo, fora o baile, no Morumbi.

Os fatores acima tornaram o jogo contra o Internacional uma decisão já na segunda rodada do Campeonato Brasileiro. O Glorioso vai enfrentar o campeão gaúcho neste domingo, às 16 horas (de Brasília), no Maracanã.

“Trata-se de uma partida em casa, onde a responsabilidade de uma vitória é nossa. Sabemos que não começamos o Campeonato Brasileiro da maneira como o nosso torcedor esperava e ele tem toda a razão de ficar triste com a derrota em São Paulo. Temos que ir com tranquilidade para este compromisso, pois também teremos pela frente um adversário de muita qualidade técnica. Mas o Botafogo precisa reagir rapidamente e começar a mudar a sua história neste Brasileiro. Estou acreditando que podemos ganhar a partida”, disse o goleiro Jéfferson.

Divulgação/Botafogo F. R.
O goleiro Jéfferson acredita que o Botafogo pode vencer o Internacional no Maracanã neste domingo(Foto: Vitor Silva)

O zagueiro Dória concorda. “Logicamente que a gente não desejava estrear perdendo no Campeonato Brasileiro, ainda mais com um placar elástico como aconteceu. Isso com certeza aumenta a pressão para a partida contra o Internacional, pois precisamos reagir rapidamente na competição. Além disso, vamos jogar em casa, onde a responsabilidade de ganhar é ainda maior. Mas nosso grupo está preparado”, afirmou.

O volante Gabriel lembrou que as dificuldades serão ainda maiores devido à qualidade do adversário. O Internacional estreou no Brasileirão derrotando o Vitória por 1 a 0. “O jogo contra o Internacional tem tudo para ser muito complicado por conta de diversos aspectos, como, por exemplo, o fato de termos perdido na estreia e do nosso adversário estar tranquilo por ter começado a competição com uma vitória. Além disso, a torcida vai cobrar ainda mais, pois está insatisfeita com o rendimento do time no Campeonato Carioca e na Copa Libertadores. Nós vamos precisar saber administrar todos esses aspectos para irmos a campo e conseguirmos nos impor contra um rival de muita qualidade”, declarou Gabriel.

Para este compromisso, o técnico Vágner Mancini ainda não definiu a equipe, o que começará a fazer provavelmente no treino previsto para a tarde desta quinta-feira no Engenhão. A tendência é que ele mantenha a base que atuou diante do São Paulo. A ausência certa é a do volante argentino Mario Bolatti, que não poderá ser relacionado por questões contratuais, uma vez que seus direitos federativos são ligados ainda ao Internacional que, pelo mesmo motivo, não poderá utilizar o lateral direito Gilberto. É possível que, diante do Colorado, o Botafogo promova a estreia do atacante Emerson Sheik, contratado junto ao Corinthians como principal reforço do Glorioso para este Brasileirão.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade