Futebol/Copa do Mundo - ( )

Brasão da seleção inglesa novamente não aparecerá no álbum da Copa

Arthur Carvalho, especial para a GE.net São Paulo (SP)

Assim como vem acontecendo desde 1998, a seleção inglesa e a Panini, editora responsável pelo álbum da Copa do Mundo, não entraram em acordo e o brasão da FA (The Football Association) não estará na edição deste ano do livro ilustrado. Segundo o presidente da editora, José Eduardo Severo Martins, a indefinição se dá por falta dos direitos de imagem.

“Continua igual. Os direitos da liga inglesa e da federação da Inglaterra pertencem a uma outra empresa, então temos contrato com cada jogador individualmente. Temos o direito de usar a imagem dos jogadores, mas não temos os direitos da federação para usar a camisa e o logo. É a única seleção de que não temos os direitos, infelizmente”, explica Martins.

O último ano que o emblema da seleção europeia apareceu no álbum da Copa do Mundo foi em 1990. Na edição seguinte, a Inglaterra não participou e, a partir de 98, nunca houve acerto entre a editora e a federação do país. Apesar disso, o assessor da divisão de futebol da Panini, Vilson Manfrinati, garante que o problema não influencia no interesse dos colecionadores.

Montagem sobre foto Divulgação
Em 2010, ingleses já apareceram com camisa branca lisa no álbum, sem o símbolo da federação
“A gente sabe que isso não atrapalha exatamente em nada em relação a esta questão desta diferença. O álbum é diferente do jornal, tem esse lado lúdico”, afirma.

A situação obriga a editora italiana a produzir o álbum da Copa novamente com montagem nas páginas destinadas à seleção inglesa. O cromo brilhante, que geralmente contém o brasão da seleção participante, terá a bandeira do país.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade