Futebol/Seleção Brasileira - ( - Atualizado )

Brasil sobe três posições e fica em sexto no ranking mundial da Fifa

Zurique (Suíça)

A Fifa divulgou nesta quinta-feira uma nova atualização em seu ranking mundial de seleções de futebol. Dentro do top 10, o maior salto foi o da Seleção Brasileira, que pulou do nono para o sexto lugar, com 1174 pontos, e ficou empatada com a Argentina, que caiu da terceira para a sexta posição. A Espanha seguiu líder, com 1460 pontos, e a Alemanha vice-líder, com 1340.

A seleção portuguesa, antes quarta colocada, assumiu a terceira colocação e igualou sua melhor marca na história, alcançada em abril de 2010 e em outubro de 2012. Dois sul-americanos completam o top 5: Colômbia, em quarto, e Uruguai, em quinto.

Divulgação/Fifa
Ranking da Fifa de abril teve várias alterações
Para chegar ao sexto lugar, a Seleção Brasileira superou Suíça e Itália, que agora ocupam oitava e nona posição, respectivamente. O novo ranking também chama a atenção pela queda da seleção holandesa, que despencou da 11ª colocação para a 15ª. A França subiu uma posição e agora está em 16º, mas ainda é a seleção campeã mundial com a pior classificação.

Quem também caiu quatro posições no ranking foi a Croácia, futura adversária do Brasil na abertura da Copa do Mundo. A seleção caiu do 16º lugar para o 20º e foi superada pelo México, outro integrante do grupo da Seleção Brasileira no Mundial, que está em 19º. Camarões, que completa o grupo, segue na 50ª posição.

A maior subida no ranking foi a da Escócia, que saltou 15 posições e agora ocupa a 22ª, apesar de ter ficado fora da Copa do Mundo. A maior queda foi a da Libéria, que despencou 22 lugares e agora está em 119ª.

Para o cálculo dos pontos, a entidade não considerou partidas recentes, já que não houve datas de jogos entre seleções no período. Assim, apenas eliminou os resultados de março de 2010, que não entram mais no período de quatro anos levado em conta para a obtenção da média dos resultados. O último amistoso do Brasil, na goleada sobre a Africa do Sul, já havia entrado para o ranking de março.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade