Futebol/Campeonato Mineiro - ( - Atualizado )

Campeão do Brasil e dono da América decidem centésima edição do Mineiro

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

Duelo de gigantes. Essa é uma boa definição para o clássico entre Cruzeiro e Atlético-MG, que vai decidir neste domingo, às 16 horas, no Mineirão, a centésima edição do Campeonato. De um lado o Campeão Brasileiro, de outro, o dono da América, o confronto entre Raposa e Galo vai parar Minas Gerais e despertar os holofotes dos amantes do bom futebol, já que se trata de duas das melhores equipes do Brasil.

Por ter feito melhor campanha na primeira fase, o Cruzeiro joga por dois resultados iguais, ou vitória e derrota pela mesma diferença de gols. No duelo de ida, no Horto, igualdade sem gols. Novo empate garante o título aos celestes, já no lado alvinegro, a vitória dentro do Gigante da Pampulha virou uma obsessão para que o Atlético-MG conquiste o tricampeonato.

Entre os jogadores, o foco na busca pelo título é total. O zagueiro Dedé conta com títulos muito importantes em sua carreira, como o Campeonato Brasileiro de 2013, pelo Cruzeiro, e a Copa do Brasil de 2011, pelo Vasco, mas ainda não possui nenhuma conquista estadual, história que o jogador quer mudar neste domingo.

“Eu não tenho estadual na minha carreira, é um objetivo grande, um objetivo pessoal muito importante. Título é título, se comemora igual e dá muita confiança para o time. Vamos em busca desse título estadual, mas sabemos que não vai ser fácil. Muito pelo contrário, teremos uma difícil tarefa contra o Atlético-MG”, afirmou.

Divulgação/Cruzeiro
Depois de provocar a torcida do Galo, Fábio espera conquistar mais um título (Crédito: Washington Alves/Light Press)
No Galo, o volante Pierre acredita que o chegou o momento da equipe atleticana se superar. O atleta admite que o excesso de partidas tem exigido muito do elenco alvinegro, mas deixa claro que no clássico o Atlético-MG vai entrar a todo o vapor para reverter a vantagem celeste, e assim comemorar o título.

"É um momento de superação, o desgaste tem sido grande. Mas quando se fala em clássico, a gente supera tudo, a gente vai com muita confiança para lá. Sabemos que é uma missão difícil, mas não é impossível. O intuito é reverter a situação e sair de lá com o tricampeonato", declarou.

Sobre as equipes que vão entrar em campo, o Cruzeiro terá força máxima no clássico contra o arquirrival Atlético-MG. O atacante Willian, com cansaço muscular, foi poupado no duelo contra os peruanos do Garcilaso, mas volta a ficar à disposição de Marcelo Oliveira, mesma situação do lateral Ceará, que vai ocupar a vaga de Mayke.

Divulgação/Bruno Cantini/Atlético-MG
Fora do primeiro jogo, Ronaldinho Gaúcho está confirmado e é a grande esperança da torcida do Galo
Outras novidades podem ser o lateral paraguaio Samudio e o volante Nilton, que cumpriram suspensão na Libertadores, já podem voltar a equipe. Samudio deverá ser titular na vaga de Egídio, já Nilton terá que mostrar serviço, isso porque, Henrique vem atuando bem e ganhando elogios de Marcelo Oliveira.

No Atlético-MG a situação é um pouco mais complicada, e Paulo Autuori terá que quebrar a cabeça para armar a equipe. O volante Josué e o lateral e armador argentino Dátolo estão vetados pelos médicos do clube. O lateral-direito Marcos Rocha deixou o campo mais cedo contra o Zamora-VEZ devido uma pancada que ainda gera dores no atleta.

O goleiro Victor e o armador Ronaldinho Gaúcho, que não jogaram no meio de semana pela Libertadores, podem entrar em campo neste domingo, mas se isso acontecer, os atletas não terão 100% das condições físicas e técnicas. Recuperado de lesão muscular, o atacante Fernandinho poderá reassumir a titularidade ao lado de Jô.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO X ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 13 de abril de 2014, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (FIFA/RS)
Assistentes: Fábio Pereira (FIFA/TO) e Alessandro A. Rocha de Matos (FIFA/BA)

CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Bruno Rodrigo, Dedé e Samudio; Lucas Silva, Henrique, Ricardo Goulart e Everton Ribeiro; Dagoberto e Júlio Baptista
Técnico: Marcelo Oliveira

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha (Claudinei), Leonardo Silva, Otamendi e Alex Silva; Pierre, Leandro Donizete, Ronaldinho e Tardelli; Fernandinho (Guilherme) e Jô
Técnico: Paulo Autuori

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade