Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( )

CBF tem pedido negado na Justiça e Icasa comemora: "Somos Série A"

Juazeiro do Norte (CE)

O sonho do Icasa em figurar no Campeonato Brasileiro da Série A segue vivo. Nesta quarta-feira, o advogado do clube, Carlos Guerra, celebrou o pedido negado pela CBF na Justiça para declinar a ação movida pelo clube cearense, que pede a perda de pontos do Figueirense pela escalação irregular de Luan. A investida foi declinada na 2ª Vara Cível da Barra da Tijuca, onde a entidade máxima do futebol brasileiro possui vitórias contra outros clubes.

Icasa consegue liminar que obriga CBF a colocá-lo na Série A

“A CBF tentou reverter o processo para a 2ª Vara Cível, mas a juíza negou o pedido da entidade. Assim, o Icasa disputará a elite. Somos Série A e continuamos vitoriosos. Porém, a partir de agora, esperamos alguma ação da Confederação no plantão noturno, já que o judiciário só volta a abrir na outra quinta. Estamos preparados para agir se necessário”, explicou o animado Guerra, que está presente no Rio de Janeiro.

Por sua vez, George Ferrúcio, outro advogado do clube, está em Juazeiro do Norte e expôs que o departamento jurídico do Verdão do Cariri segue tranquilo, mesmo com o duelo contra a Ponte Preta, válido pela primeira rodada da Série B, marcado para esta sexta-feira: “O calendário da Série A ainda não mudou. Por isso, precisamos cumprir os compromissos e vamos até Campinas para enfrentar a Macaca. No entanto, é só uma questão da tabela da CBF ser alterada”, sintetizou.

Se for confirmada a presença do Icasa na elite do futebol brasileiro, a equipe de Juazeiro do Norte enfrentaria o Fluminense, já neste sábado, às 18h30 (de Brasília), no estádio do Maracanã. Por sua vez, o embate contra o clube campineiro, válido pela Segunda Divisão, está marcado para às 21h50 do dia anterior.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade