Futebol/Campeonato Catarinense - ( - Atualizado )

Chapecoense goleia Avaí. Confusão marca luta contra rebaixamento.

Chapecó (SC)

A Chapecoense se impôs diante do Avaí e conquistou a vitória por 4 a 1, neste sábado, na Arena Condá. Com o resultado positivo em casa, pela última rodada do hexagonal do rebaixamento, a Chape confirmou a liderança, com 20 pontos, e levou a Taça Santa Catarina.

Já o Avaí, que iniciou a rodada com o mesmo número de pontos do adversário, permanece com 17, no segundo lugar. A Chapecoense saiu na frente no placar, com gol de cabeça de Bergson, aos 23 minutos do primeiro tempo.

Apenas cinco minutos depois, Régis ampliou a vantagem. No segundo tempo, aos 25, Rafael Lima também aproveitou jogada pelo alto e desviou para balançar a rede. No minuto seguinte, Héber descontou para o Avaí.

Porém, não havia mais tempo para a reação. Assim, Roni também deixou sua marcar e fechou o placar para a Chapecoense. A liderança no hexagonal ainda deu ao time de Chapecó a vaga direta na Copa do Brasil de 2015.

Divulgação
A Chapecoense conquistou a vaga na Copa do Brasil com o triunfo (Foto: Diego Carvalho - Aguante/Chapecoense)
Confusão - Os outros dois jogos deste sábado definiram os rebaixados do Campeonato Catarinense. Em um deles, o Hermann Aichinger venceu fora de casa o Marcílio Dias por 1 a 0 e se salvou da degola.

Porém, uma confusão entre torcedores fez a partida ser interrompida por cerca de 35 minutos. Mesmo assim, a equipe de Ibirama conseguiu se manter na primeira divisão catarinense.

O gol da salvação do Hermann Aichinger foi marcado aos 32 minutos do segundo tempo, quando Adriano bateu pênalti e deu a vantagem aos visitantes. O Marcílio Dias, que iniciou a rodada sonhando com a primeira colocação (não seria mais possível com o resultado da Chapecoense), amargou a derrota em casa.

Assim, o Marcílio Dias ficou com 15 pontos, enquanto o time de Ibirama aparece com 12, levando vantagem nos critérios de desempate em relação ao Brusque, que derrotou o Juventus neste sábado, por 3 a 2, mas não se salvou.

Ricardo Lobo, Leandrinho e Eydson marcaram os gols do Brusque, que lamenta a queda. Já o Juventus descontou com Jabá e Lucas Staudt, mas ficou no último lugar do hexagonal e também foi rebaixado.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade