Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Com amuleto no Pacaembu, Damião aceita até gols de Aranha por título

Helder Júnior Santos (SP)

Sonhando em ser decisivo para a conquista do título do Campeonato Paulista, o centroavante Leandro Damião contará com um talismã no Pacaembu. Natalino, o pai do jogador, estará no estádio municipal neste domingo para torcer por gols do seu filho ou de qualquer outro jogador do Santos contra o Ituano. Até do goleiro Aranha.

“Qualquer atacante sonha com o gol, né? Mas sou um cara de grupo e já estou feliz por disputar a final, algo importante para todos os atletas. Então, se a gente vencer com dois gols do Aranha, está bom. O importante é levantar a taça”, comentou Damião, aos risos.

A solidariedade ofensiva de Leandro Damião é justificável. O Santos perdeu por 1 a 0 o primeiro jogo decisivo com o Ituano e passou a precisar de uma vitória por ao menos dois gols de diferença para ficar com o título estadual.

Ricardo Saibun/Santos FC
Leandro Damião contará com a torcida do seu pai, Natalino, no segundo jogo da final com o Ituano
Neste momento, portanto, toda a ajuda é bem-vinda – como aquela que estará nas arquibancadas. “Sempre que tenho uma final, levo o meu pai, que é o meu amuleto. Com certeza, ele irá no domingo. Já esteve junto comigo no Internacional e na Seleção Brasileira. Fico muito contente com isso”, comentou Leandro Damião, que já convocou outros familiares e amigos para o Pacaembu.

O centroavante sabe, no entanto, que será complicado para ele (e ainda mais para Aranha) superar a defesa do Ituano, a menos vazada do Campeonato Paulista. “O Doriva está de parabéns pela equipe que montou. Eu já tinha enfrentado o Alemão quando ele estava no Náutico e sei da qualidade dessa zaga. A gente vai ter que jogar com inteligência”, receitou o filho de Natalino.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade