Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Com o número 44 às costas, Bruno Uvini espera sucesso no Santos

Santos (SP)

Cria da base são-paulina, o zagueiro Bruno Uvini, de 22 anos, foi apresentado oficialmente pelo Santos nesta quinta-feira. Após uma passagem pelo futebol italiano, onde defendeu Napoli e Siena (por empréstimo), o defensor, detentor do curioso número 44, projetou sucesso em sua caminhada no Peixe.

“Estou muito feliz por voltar ao meu país. Fiquei dois anos na Itália e chegar ao Santos é a melhor coisa que poderia ter me acontecido. Agradeço aos torcedores que mantiveram contato comigo pela internet, assim como o Oswaldo de Oliveira, que demonstrou muita confiança em meu trabalho. Além disso, fui muito bem recebido pelos companheiros”, discorreu o zagueiro.

Adiante, Uvini explicou a escolha do curioso número 44. Até então, incomum no futebol: “Achei legal. É a primeira vez que uso, mas não tem um motivo especial. Me veio na cabeça, apenas. Espero que me traga sorte”, expressou.

Presente na coletiva, o superintendente de esportes do clube santista, André Zanotta, exaltou a chegada do novo reforço: “Ele chega para dar ainda mais qualidade ao elenco. Tivemos alguns problemas de lesões com zagueiros e a comissão técnica aprovou a contratação do Bruno para reforçar a equipe nas competições que teremos esse ano. Estamos muito contentes com o desfecho positivo das negociações e esperamos que ele possa nos ajudar a conquistar títulos", sintetizou.

Reprodução/You Tube
"É a primeira vez que uso, mas não tem um motivo especial", disse Uvini sobre o número 44
Por sua vez, o veloz atacante Rildo não poupou elogios ao seu novo companheiro: "É um excelente jogador. Não conheço pessoalmente, mas sei das referências dele. Já foi recebido pelo grupo e temos certeza que nos ajudará muito no restante do ano", completou.

Embora tenha sido apresentado na quinta-feira, Uvini integrou o banco de suplentes do Alvinegro praiano no duelo contra o Mixto, disputado no dia anterior, em partida válida pela Copa do Brasil. Na ocasião, os comandados de Oswaldo de Oliveira venceram por 3 a 0 e garantiram seu passaporte para o estágio seguinte da competição interestadual.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade