Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Comissão de Arbitragem admite erro na final do Carioca e exalta tecnologia

Rio de Janeiro (RJ)

Nesta segunda-feira, a Comissão de Arbitragem (COAF) divulgou nota oficial prestando esclarecimento quanto ao erro cometido pelo auxiliar Luiz Antonio Muniz de Oliveira, que não viu impedimento de Márcio Araújo, autor do gol do Flamengo na final do Campeonato Carioca deste domingo. Segundo o comunicado assinado por Jorge Rabello, presidente do braço carioca da entidade, o erro foi em primeiro momento considerar o atacante Nixon como autor do gol.

A nota ainda sutilmente ressalta a importância do uso de tecnologia no futebol, alegando que, como os árbitros não tem a ajuda das imagens em câmera lenta ao avaliar o lance dentro de campo, alguns equívocos precisam ser relevados. Após analisar o lance novamente, a COAF-RJ reconhece que atribuir o gol a Nixon é um erro e que o responsável pelo por colocar a bola para dentro foi mesmo Márcio Araújo. Confira abaixo a nota divulgada pela entidade:

Em relação ao gol do CR Flamengo, a Comissão de Arbitragem, vendo e revendo o lance através do replay, uma vez mais se depara com os limites da capacidade de percepção do ser humano em determinados, difíceis e duvidosos lances, cuja demonstração, à luz da tecnologia, são insuficientes para decisões induvidosas e geradores de equívocos irreparáveis que poderiam ser evitados se para a modalidade futebol fossem desenvolvidos, permitidos e implantados métodos de diagnóstico mais precisos e capazes de auxiliar os árbitros em suas decisões. No caso em questão, somente após a revisão do lance por vários ângulos com o auxilio de diversas câmeras permitiu distinguir a autoria do gol, equivocadamente atribuída ao atleta Nixon (em posição regular). Face ao exposto a Comissão não tem como discordar que, apesar do grau de dificuldade do lance, o real autor do gol estava em posição irregular, elucidada com os recursos da tecnologia.

Alexandre Vidal/Fla Imagem
Meio-campista Márcio Araújo chegou até a comemorar o gol do título após balançar as redes do Maracanã

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade