Futebol/Copa do Brasil - ( - Atualizado )

Corinthians cumpre meta e obtém classificação fácil no Amazonas

Manaus (AM)

O Corinthians cumpriu a meta estabelecida para o confronto com o Nacional-AM, na noite de quarta-feira, em Manaus. Em jogo de homenagem ao piloto alvinegro Ayrton Senna, que morreu há 20 anos, a equipe do Parque São Jorge venceu por 3 a 0 e, com os gols de Cleber, Guerrero e Romarinho, avançou à terceira fase da Copa do Brasil.

Era preciso fazer dois gols de diferença para eliminar o jogo de volta, que aconteceria no Pacaembu. Essa distância foi construída em pouco mais de 20 minutos, e os comandados de Mano Menezes não tiveram dificuldades para administrar o resultado a partir daí.

Vestindo amarelo, o Corinthians não demorou a mostrar a sua clara superioridade técnica. A vantagem necessária para resolver a questão em um só jogo foi rapidamente estabelecida, ainda no primeiro tempo. Na etapa final, o Nacional começou bem até que Jairo tomasse um frango em chute de Romarinho.

A vitória colocou os campeões de 1995, 2002 e 2009 na terceira fase da Copa do Brasil. O adversário na luta por uma vaga nas oitavas de final sairá do confronto entre o América-MG e o Bahia. Antes disso, no domingo, a equipe visitará a Chapecoense em Santa Catarina, pelo Campeonato Brasileiro.

Divulgação/Vipcomm
Jogadores do Corinthians homenagearam Ayrton Senna antes do jogo em Manaus (foto: Clóvis Miranda)
Artilharia rápida
Na primeira fase da competição, o Corinthians eliminou o Bahia de Feira de Santana em um só jogo, mas contou com um gol no finalzinho do jogo para isso. Em Manaus, o time alvinegro construiu mais rapidamente a vantagem necessária para evitar o embate em São Paulo.

O placar começou a ser construído logo aos seis minutos do primeiro tempo, em falta da meia direita. Jadson pôs a bola na área, e Cleber mostrou sua habitual eficiência na área de ataque, cabeceando no canto direito do goleiro. Já estava clara ali a superioridade alvinegra.

Quando apertava a saída de bola do adversário, o time paulistano levava vantagem com facilidade. Foi assim, aos 21 minutos, que saiu o segundo gol. Bruno Henrique roubou a bola e bateu. Jairo deu rebote, e Guerrero apareceu para findar um jejum de mais de três meses.

O Corinthians ainda teve de sacramentar de vez a classificação ainda na etapa inicial, mas não conseguiu e permitiu ao Nacional partir ao ataque no início do segundo tempo. A equipe local assustava e buscava o gol que forçaria o jogo de volta, mas foi traída por seu goleiro.

Romarinho, que havia acabado de entrar, girou na meia direita e bateu fraco, de pé esquerdo. Jairo errou feio na tentativa de defender, aos 17 minutos, e efetivamente eliminou os amazonenses. A equipe de Sinomar Naves ainda construiu boas jogadas, chegando a acertar a trave, mas o placar não voltou a ser mexido.

Divulgação/Agência Corinthians
Guerrero desencantou após mais de três meses e ajudou o Corinthians a avançar (foto: Rodrigo Coca)

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade