Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Criciúma reclama muito da arbitragem após pênalti não marcado

Criciúma (SC)

O Criciúma esteve muito perto de iniciar o Campeonato Brasileiro com uma vitória diante de seu torcedor, saiu na frente do marcador, mas acabou sendo castigado no fim do segundo tempo e viu o Palmeiras virar a partida. A derrota por 2 a 1, aliás, foi bastante dolorida para os catarinenses, que tiveram motivos para reclamar bastante da arbitragem do goiano André Luiz de Castro.

Ainda quando vencia por 1 a 0 e tinha o domínio do jogo, o Criciúma teve um pênalti a seu favor, mas a arbitragem ignorou o toque de mão do zagueiro Tiago Alves dentro da área palmeirense. Após o apito final, no entanto, depois de ver o Palmeiras virar o jogo, os jogadores do Tigre cercaram o árbitro e reclamaram bastante. A torcida presente também fez sua parte, ecoando os gritos de “vergonha” no estádio.

Fernando Ribeiro/Criciúma E.C.
Caio Júnior ficou muito irritado depois de ver a arbitragem não marcar um pênalti claro a favor do Criciúma
“Fazer dois gols de diferença sobre o Palmeiras é algo muito difícil, então foi um lance capital do jogo. É inacreditável não dar um pênalti como esse, pela televisão você pode ver, eu vi no momento do lance. Isso desanima pessoas sérias, como a gente, no futebol. É muito dolorido perder um jogo como esse”, disse Caio Júnior, visivelmente irritado com o lance na área do Palmeiras.

O treinador chegou a pedir uma postura dos dirigentes do Criciúma de outras pessoas influentes no futebol brasileiro, para que haja uma reformulação no esporte que vem sendo alvo de polêmicas dentro e fora de campo. O discurso de Caio Júnior também foi endossado pelos atletas do time catarinense, que deixaram o gramado do Heriberto Hulse inconformados com a arbitragem.

Para o meio-campista Ricardinho, o Criciúma foi melhor na partida e merecia a vitória. O fato de perder muitos gols, no entanto, não foi o motivo de maior irritação, o que ficou a cargo também da arbitragem. “A bola bateu na mão e ele não deu o pênalti. Merecíamos a vitória pelo que jogamos. Mas nesse nível não pode ter erro”, completou o jogador do Tigre.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade