Futebol/Copa Libertadores - ( )

Cruzeiro encara La U no Chile para sobreviver na Libertadores

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O futuro do Cruzeiro na Libertadores pode ser decidido nesta quinta-feira. A Raposa vai encarar a Universidad de Chile, jogo a ser disputado às 20h45 (de Brasília), no estádio Nacional, em Santiago. Somente a vitória interessa aos celestes, que se não vencerem estarão eliminados da principal competição de clubes das Américas ainda na primeira fase.

Os celestes ocupam a terceira posição no Grupo 5 com apenas quatro pontos, contra nove da La U, vice-líder, e dez dos uruguaios do Defensor. Se empatar, os cruzeirenses não poderão mais alcançar os concorrentes, e terão que cumprir tabela na última rodada, situação que não passa pela cabeça dos jogadores.

O foco dos atletas e da comissão técnica é total, tanto que peças importantes foram poupadas na semifinal do Mineiro, uma delas é o meia-atacante Ricardo Goulart. O jogador garante que está pronto para ajudar a Raposa na partida decisiva que vale uma sobrevida para o Cruzeiro na competição continental. “O jogo é decisivo, nós temos que encarar como final mesmo”, disse.

Divulgação/Vipcomm
Poupado na semifinal do Mineiro, o meia Ricardo Goulart está de volta ao Cruzeiro (Foto: Juliana Flister)

Além de Goulart, outro atleta que vai voltar ao time é Everton Ribeiro. O jogador aposta em um grande jogo em Santiago, e argumenta que as duas equipes tem muita qualidade técnica. “São duas equipes técnicas, que gostam de trabalhar a bola, manter a posse da bola. Quem conseguir fazer isso melhor vai sair com um bom resultado, e espero que isso nos ajude também”, comentou.

O armador celeste acredita que o segredo para vencer fora de casa passa por não deixar os chilenos terem as rédeas do confronto. “Eles têm uma equipe boa também, querem mostrar isso dentro de casa e cabe a nós não sermos dominados por eles. É um time que sai para o jogo e acredito que eles virão para cima e que a gente possa, com o nosso jogo, conseguir fazer gols e sair vitorioso”, afirmou.

Se o técnico Marcelo Oliveira conta com retornos importantes, o treinador também tem que lidar com as baixas. O atacante Borges, recuperado recentemente de uma lesão na coxa direita, e o lateral-esquerdo Egídio, que sofreu uma pancada no tornozelo direito durante o treino na última segunda-feira não foram relacionados para a partida.

Outro problema será o volante Nilton, que foi expulso no jogo contra os uruguaios do Defensor, no Mineirão, e pegou três jogos de suspensão. Para o lugar de Nilton, Henrique foi o escolhido para começar a partida, já na lateral, o paraguaio Samudio será titular com Júlio Baptista continuando como titular do ataque celeste.

Se no Cruzeiro o desejo é de triunfar, na La U, o sentimento não é diferente. Os chilenos querem os três pontos para garantir classificação matematicamente, e ainda ter o gostinho de eliminar a Raposa. No jogo do turno, a Universidad de Chile foi goleada pelos celestes no Mineirão, revés que ficou engasgado na garganta dos torcedores, que prometem lotar o estádio Nacional para dar o troco nesta quinta-feira.

FICHA TÉCNICA

UNIVERSIDAD DE CHILE X CRUZEIRO

Local: Estádio Nacional, em Santiago (CHI)
Data: 03 de abril de 2014, quinta-feira
Horário: 20h45 (de Brasília)
Árbitro: Germán Raúl Delfino ARG)
Assistentes: Gustavo Rossi e Ivan Nuñez (ambos da Argentina)

CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Bruno Rodrigo, Dedé e Samudio; Lucas Silvas, Henrique, Ricardo Goulart e Everton Ribeiro; Dagoberto e Júlio Baptista.

Técnico:Marcelo Oliveira

UNIVERSID DE CHILE: Herrera; González, Caruzzo, Rojas e Castro; Cereceda, Juan Rojas, Martínez e Lorenzetti; Gutiérrez e Rubio

Técnico: Cristian Romero

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade