Futebol/Copa do Brasil - ( - Atualizado )

Dal Pozzo celebra vitória no Acre, mas Chape ‘vira a chave’ para Estadual

Chapecó (SC)

A Chapecoense fez o seu dever. Honrando a responsabilidade de pertencer à elite do futebol brasileiro, o time catarinense viajou ao Acre e, mesmo depois de um primeiro tempo fraco, venceu o Rio Branco por 2 a 0, eliminando o jogo de volta pela primeira fase da Copa do Brasil. Após o confronto, o treinador Gilmar Dal Pozzo comemorou o resultado, exaltando o merecimento de seus comandados, mas o elenco da Chape já pensa no próximo compromisso da equipe, diante do Avaí, no sábado, em jogo que pode decidir o título do hexagonal do Campeonato Catarinense, que dá vaga na Copa do Brasil de 2015.

“Fizemos uma partida bastante forte fisicamente, tecnicamente, individualmente, e coletivamente. Sendo assim, tivemos volume de jogo, fomos superiores ao adversário. Falo sempre nos meus discursos, no meu conceito de futebol, em merecer o resultado. Hoje merecemos o resultado, porque marcamos mais que o adversário, jogamos mais, fomos ousados, produzimos e por isso conseguimos a classificação para a próxima fase”, declarou o comandante.

Apesar do resultado positivo e o do cumprimento do objetivo de eliminar o jogo da volta, a Chapecoense não teve vida fácil contra o Rio Branco. No primeiro tempo, não conseguiu se desvencilhar da forte marcação da equipe acreana e só foi balançar as redes adversárias na Arena da Floresta durante a segunda etapa. “É sempre difícil sair jogar fora de casa, por isso fizemos um primeiro tempo mais seguro, mais equilibrado. Falei no intervalo para o time continuar marcando forte e ser mais ousado com a bola. Aí conseguimos envolver o adversário e definimos a partida”, explicou Dal Pozzo.

Divulgação
Apesar de não ter apresentado um bom desempenho no primeiro tempo, a Chape conseguiu importante vitória

A Copa do Brasil, entretanto, será deixada de lado pelo elenco da Chapecoense a partir desta quarta-feira. Isto porque o Verdão do Oeste tem duro compromisso diante do Avaí, no fim de semana, pelo hexagonal do Campeonato Catarinense. O duelo, com início marcado para às 16 horas (de Brasília) de sábado, na Arena índio Condá, pode decidir o título do ‘mini-torneio’, que dá vaga à Copa do Brasil do ano que vem. As duas equipes estão empatadas em número de pontos, e o empate é favorável ao Avaí. Assim, a Chape precisará entrar em campo buscando a vitória acima de tudo.

“Sabíamos que o Rio Branco era um adversário difícil, mas conseguimos dois gols, e agora é ter tranquilidade e esquecer a Copa do Brasil por enquanto. Temos um jogo decisivo com o Avaí no sábado, e temos que chamar o torcedor. Eles têm que comparecer no sábado para nos ajudar”, clamou o lateral Ednei. “Sempre foi importante ter o apoio dos torcedores, ainda mais contra o Avaí, um clássico, tem que pedir que nos ajude lá, nada é fácil. Está tudo muito corrido, jogos atrás de jogos, desgastante, mas estamos focados agora no Campeonato Catarinense”, decretou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade