Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Damião considera normal ser mais pressionado do que companheiros

Helder Júnior Santos (SP)

Reforço mais caro da história do futebol brasileiro, o centroavante Leandro Damião parece já ter se acostumado com o peso dos R$ 42 milhões investidos em sua contratação. O jogador encara com normalidade o fato de ser ainda mais pressionado do que os seus companheiros de Santos às vésperas de decidir o título do Campeonato Paulista com o Ituano.

“Isso vai existir em qualquer lugar. Tenho que saber lidar. Faz parte”, comentou Damião, falando como se estivesse em sua apresentação em seguida. “Tive muitas oportunidades de ir para fora, para qualquer clube do Brasil, e o Santos me mostrou um projeto muito bom.”

Com cinco gols marcados em 12 jogos, Damião ainda não chegou a encantar a torcida santista. A sua expectativa é de finalmente ser decisivo diante do Ituano, neste domingo, no Pacaembu – ainda mais porque o seu time perdeu o primeiro jogo da final por 1 a 0. “É uma partida importante, uma decisão, e temos que entrar com a cabeça diferente”, conscientizou-se.

Ricardo Saibun/Santos FC
Leandro Damião se esforça para justificar o investimento feito pelo Santos em sua contratação
Para o centroavante, o tempo mostrará que a sua contratação foi acertada. “Estou trabalhando, conseguindo me adaptar muito bem à equipe. As coisas estão melhorando cada vez mais. Consegui fazer alguns gols, mas estou sempre pensando em prol do grupo”, propagandeou Leandro Damião, ainda com a expressão serena.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade