Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

De volta à Série A, Palmeiras enfrenta Criciúma e almeja arrancada

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

A última partida do Palmeiras na Série A do Campeonato Brasileiro foi disputada no dia 1º de dezembro de 2012, em uma derrota para o rival Santos. De lá para cá, o clube trocou de presidente (Arnaldo Tirone por Paulo Nobre), passou com tranquilidade pela Série B, mudou sua política de contratações e reformulou o elenco. Neste domingo, às 18h30 (de Brasília), o Verdão retorna à elite nacional em confronto contra o Criciúma, no estádio Heriberto Hulse.

Mantido desde o rebaixamento, o técnico Gilson Kleina tenta mostrar que o time está recuperado da eliminação na semifinal do Paulistão passado, principalmente pela responsabilidade que o elenco carrega para fazer uma boa campanha no ano do centenário. O lateral esquerdo Juninho assegura que a equipe está pronta para o desafio.

Fabio Menotti/Palmeiras/Divulgação
Fernando Prass, que desfalcou a equipe contra o Vilhena na Copa do Brasil, estará de volta ao time titular
“Já trabalhamos muito forte no dia a dia e podem ter certeza de que todos nós estamos com a cabeça nos pontos fortes do Criciúma e no Brasileiro. Joguei três anos em Santa Catarina e sei as dificuldades de jogar no estádio deles, pois a torcida faz um caldeirão. Procuro conversar para passar isso aos companheiros”, comentou o lateral esquerdo Juninho, que atuou pelo Figueirense.

A meta do Palmeiras é conquistar uma arrancada antes da paralisação para a Copa do Mundo, até para não repetir o grande erro de 2012, quando o time iniciou muito mal o Brasileirão e não conseguiu se recuperar mais. “O início é muito importante, ficou o aprendizado do ano do descenso”, admite Juninho.

Para começar a competição, Gilson Kleina tem boas notícias, pois seis jogadores que desfalcaram a equipe na Copa do Brasil estão de volta, recuperados de lesão: Fernando Prass, Wendel, Juninho, Wesley, Valdivia e Alan Kardec. Todos estão confirmados entre os titulares.

Há ainda uma dúvida em relação a apenas um atleta. Leandro passou a semana em treinamentos pela Seleção Brasileira pré-olímpica e volta a tempo do jogo, mas pode perder a posição para Marquinhos Gabriel, que foi utilizado nos treinos táticos.

Fernando Ribeiro/Criciúma E.C.
A torcida do Palmeiras reencontrará os velhos conhecidos Caio Júnior e Paulo Baier
Pelo lado do Criciúma, a equipe do técnico Caio Júnior mira melhorar o desempenho do time na história dos pontos corridos da primeira divisão do Brasileiro. O melhor posicionamento do Tigre na competição nacional foi em 2004, quando garantiu o 14º posto. “O torcedor pode esperar um time com muita garra e disposição, como sempre teve. Mas sempre galgando passos maiores. O Criciúma está com plenas condições de melhorar nossa classificação histórica no Brasileiro da Série A”, destacou o goleiro Bruno.

A novidade no time titular para o duelo contra o Palmeiras é a presença do centroavante Bruno Lopes. O atacante de 18 anos foi o escolhido pelo comandante do Tigre para assumir a camisa 9. Segundo Caio Júnior, o jogador já tem condições de carregar a responsabilidade e assumir a postura profissional que o clube espera.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
CRICIÚMA X PALMEIRAS

Local: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC)
Data: 20 de abril de 2014, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Paulo César Silva Faria (MT)
Assistentes adicionais: Adriano Milczvski e Rodolpho Toski Marques (ambos do PR)

CRICIÚMA: Bruno; Eduardo, Fábio Ferreira, Escudero e Giovanni; Serginho, Ricardinho, João Vitor e Paulo Baier; Silvinho e Bruno Lopes.
Técnico: Caio Júnior

PALMEIRAS: Fernando Prass; Wendel, Lúcio, Tiago Alves e Juninho; Marcelo Oliveira e Wesley; Bruno César, Valdivia e Leandro (Marquinhos Gabriel); Alan Kardec
Técnico: Gilson Kleina

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade