Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

É um divisor de águas na minha carreira, diz Wagner Lopes ao chegar

Criciúma (SC)

Recém-contratado pela diretoria do Criciúma para o comando técnico da equipe, Wagner Lopes considera essa a grande oportunidade de sua carreira. Ele estava no Botafogo-SP e coleciona passagens pelo futebol japonês, além de já ter defendido a seleção nipônica na Copa do Mundo de 1998, quando ainda era jogador. A apresentação oficial do treinador ocorreu na tarde desta quarta-feira no CT do clube.

Além de Wagner Lopes, chegam para compor a comissão técnica o auxiliar Sandro Rosa, o preparador físico Benê Lima e o analista de desempenho Rafael Cotta.

“Estou muito feliz em receber essa oportunidade. Considero um divisor de águas na minha carreira. Apesar de jovem, são quase 30 anos de futebol. Acredito que tudo o que ouvimos falar no Criciúma, estrutura e organização, foi muito importante para a minha vida”, comemorou o novo comandante do Tigre de 45 anos.

O primeiro compromisso de Wagner Lopes já é uma pedreira. Logo de cara, ele vai encarar um clássico de Santa Catarina, no próximo domingo, às 16 horas (de Brasília), no Heriberto Hulse, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

O técnico promete que não vai deixar seus comandados se acomodarem. “Sou muito disciplinador e exijo muito. Quero que as pessoas que forem vestir a camisa do Criciúma deem a vida pelo clube. Trabalhamos com muita transparência. Espero contar com o apoio de todos”, finalizou.

Fernando Ribeiro/Criciúma E.C.
Wagner Lopes prometeu fazer com seus comandados deem o sangue pelo Criciúma dentro de campo

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade