Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Ex-presidente do Valencia é acusado de tentar sequestrar outro cartola

Valencia (Espanha)

Os cartolas europeus não têm se livrado tão fácil dos problemas jurídicos nos últimos meses, e desta vez é o Valencia o clube envolvido em polêmica nos bastidores. Segundo o diário Las Provincias, nesta quarta-feira a polícia deteve Juan Soler, ex-presidente do clube, sob acusação de tentativa de sequestro de Vicente Soriano, outro cartola que também ocupou o cargo mais importante do time espanhol.

As primeiras investigações relacionam o caso com a dívida que Vicente Soriano contraiu com Juan Soler ao comprar ações do Valencia no frustrado episódio no qual a empresa Investimentos Dalport SA se associou ao clube, em 2009. Para evitar que o parceiro virasse dono do time espanhol, o então presidente Soriano adquiriu 51% das ações, incluindo os 37% que eram de Soler.

Ainda de acordo com o jornal, há duas semanas a polícia advertiu Soriano de que sua vida corria sério perigo, mas não informou que a figura por trás da ameaça era Soler. O acusado prestou declaração na Justiça e foi liberado, mas está proibido de sair da Espanha e deverá se apresentar periodicamente em tribunal. O cartola ainda está proibido de chegar a menos de quinze metros de Soriano.

Divulgação/Valenciacf.com
Soler (esq.) tinha Soriano (dir.) como parceiro político no clube; eles chegaram a fazer dupla de presidente e vice

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade