Futebol/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

Fábio completa 557 jogos contra Cerro, igualando marca de Raul Plassmann

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O jogo desta quarta-feira, contra os paraguaios do Cerro Porteño, será especial para o goleiro Fábio. O duelo válido pelo jogo de volta das oitavas de final da Libertadores, marcará a igualdade em números de dois dos maiores ídolos do Cruzeiro. O capitão Fábio chegará a 557 jogos disputados com a camisa cruzeirense, igualando a marca de Raul Plassmann, como o goleiro que mais atuou pela Raposa.

“O Raul é uma grande referência que o Cruzeiro teve para ter uma história vitoriosa. Acho que o mais importante é estar mantendo um bom nível, porque dessa forma vou estar sempre ajudando o clube dentro dos jogos”, afirmou Fábio.

Para o duelo desta quarta-feira, no Paraguai, Fábio acredita que a Raposa tem que buscar impor o seu ritmo durante toda a partida para conseguir um resultado que garanta a classificação para as quartas de final da competição continental. Vitória simples, ou empate com placar de 2 a 2 em diante garante o Cruzeiro nas quartas de final da Libertadores.

Washington Alves/Vipcomm/Divulgação
Segundo Fábio, Raul é uma grande referência que o Cruzeiro teve para ter uma história vitoriosa
“Temos que jogar. Não podemos ir para o Paraguai pensando em marcar e conseguir um gol por acaso. O Cruzeiro é grande, vitorioso, pode jogar em qualquer lugar, em qualquer estádio, independente do adversário. O grupo está muito confiante, mas sabemos que é dentro de campo que as coisas são resolvidas. Com a qualidade do grupo tenho certeza que podemos ficar muito próximos do resultado esperado”, declarou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade