Futebol/Campeonato Baiano - ( - Atualizado )

Fahel rebate Ney Franco e nega menosprezo ao Vitória em jogo de ida

Salvador (BA)

O primeiro jogo da decisão do Campeonato Baiano segue rendendo troca de declarações entre jogadores e membros da comissão técnica de Bahia e Vitória. Nesta quarta-feira, o volante Fahel negou que o time tivesse entrado na onda da torcida e feito “olé” nos minutos finais do duelo de ida, vencido pelo Tricolor por 2 a 0, rebatendo afirmação de Ney Franco.

“A equipe do Bahia sempre respeitou a equipe do Vitória, porque existem pessoas qualificadas e vitoriosas do outro lado. Procuramos somente fazer o nosso jogo. Entendo o Ney Franco, acho que ele tem que procurar maneiras de incentivar seu grupo e a forma que ele encontrou foi essa. Mas, daqui, ninguém ouvirá quaisquer palavras que não sejam de respeito ao rival”, afirmou.

O técnico Ney Franco, do Vitória, havia dito que o time do Bahia entrou na onda da torcida, participou do “olé” nos minutos finais e perdeu a chance de marcar o terceiro gol.

Aos 32 anos, Fahel é um dos jogadores mais experientes do elenco. O volante revelou que tem conversado com os atletas mais jovens, aconselhando a manter a calma para a decisão do Campeonato Baiano, apesar da vantagem obtida no jogo de ida.

Felipe Oliveira/EC Bahia/Divulgação
Autor do segundo gol do Bahia no primeiro jogo da final do Campeonato Baiano, Fahel negou menosprezo ao rival

“Sempre estou conversando com eles, por causa da idade e da inexperiência que eles ainda têm. Mas o grupo está tranquilo, focado e realmente preocupado com a partida, porque ganhamos um primeiro tempo, mas há outro tempo ainda para jogar. Vi a entrevista do Ney Franco falando que estávamos na empolgação da torcida, entendo ele, mas em nenhum momento os atletas do Bahia já deram esse jogo como encerrado”, declarou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade