Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Gabriel mostra otimismo com ídolo Damião: “Ele é o nosso camisa 9”

Yan Resende, especial para a GE.Net São Paulo (SP)

Se Leandro Damião vem sendo frequentemente alvo de críticas por parte da torcida santista, por causa de seu baixo rendimento com a camisa do Santos após um alto investimento do clube da Vila Belmiro, o garoto Gabriel ainda mantém um discurso bastante otimista com relação ao seu parceiro. O também atacante alvinegro saiu em defesa do jogador nesta terça-feira, alegando que o elenco tem toda confiança no camisa 9.

“O Leandro Damião tem toda confiança do grupo, é nosso ídolo, vem ajudando bastante a gente. Futebol não é só gol, também é marcação e composição tática. Tenho certeza que ele ainda vai nos ajudar muito”, defendeu uma das principais apostas das categorias de base do Santos em evento de patrocinador em um shopping de São Paulo.

O garoto também reforçou um dos traços da personalidade de Leandro Damião, afirmando que, mesmo depois de chegar como a principal estrela do elenco, principalmente pelos valores da negociação, o atacante santista mostra muita humildade diante dos companheiros. “O Damião é uma pessoa muito humilde, me espelho muito nele, é alguém muito humilde, tem toda confiança do grupo. As coisas vão continuar naturalmente, ele está treinando bastante”.

Ricardo Saibun/Santos FC
O camisa 7 do Santos defende a permanência de Leandro Damião na equipe titular de Oswaldo de Oliveira
Para Gabriel, que chegou a ser cogitado com um provável substituto de Damião no ataque santista, o atual camisa 9 não será sacado da equipe titular, mesmo com o mau momento atravessado. De acordo com o garoto, o centroavante tem capacidade para cavar uma vaga em qualquer equipe do mundo. “O Damião tem lugar em todas as equipes do mundo e do Brasil e ninguém vai ocupar o lugar dele. Ele é o nosso camisa 9”.

Depois de passar pela base do Santos como centroavante, na qual recebeu o apelido de ‘Gabigol’ por causa do alto números de gols marcados com a camisa alvinegra, o jogador também revelou que não se importa em voltar a jogar mais adiantado. “Eu estou para ajudar o clube, independente de onde seja: goleiro, zagueiro ou lateral. Estou para ajudar”, finalizou Gabriel, que pode ocupar o lugar de Damião como centroavante.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade