Futebol/Copa Libertadores da América - ( - Atualizado )

Grêmio considera difícil confronto com o San Lorenzo nas oitavas

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

Depois de passar por um grupo com Atlético Nacional, Newell’s Old Boys e Nacional-URU, o Grêmio seguirá tendo caminho difícil na Libertadores. Os resultados da última rodada da fase de grupos colocaram o time gaúcho em um cruzamento com o San Lorenzo, atual campeão argentino, nas oitavas. Passando, o time gaúcho terá pela frente Cerro Porteño ou Cruzeiro nas quartas.

Argentino, Barcos conhece os perigos do adversário e alerta: o confronto será complicado. “Está muito bom, conseguimos a segunda colocação geral, mas o San Lorenzo vai ser um rival difícil. A gente viu o jogo de ontem (vitória por 3 a 0 sobre o Botafogo, nesta quarta), as qualidades deles, mas neste momento não podemos escolher adversário. Nas fases decisivas temos que encarar quem vier”, projetou o capitão do Grêmio.

“A gente não tem refresco”, brincou o goleiro Marcelo Grohe. “Foi um grupo muito difícil, hoje o Nacional fez um jogo duro, brigou, lutou. Tivemos mérito de passar por esse grupo”, completou o goleiro. “Acho que podia ser melhor hoje, mas com a classificação antecipada hoje o time não jogou o que deveria jogar”, analisou o volante Riveros, admitindo que a atuação gremista nesta quinta não foi das melhores do time na Libertadores.

Antes dos confrontos com o San Lorenzo, o Grêmio decidirá o título gaúcho. Neste domingo, o Tricolor precisa reverter o 2 a 1 aplicado pelo Inter na Arena para ficar com o campeonato. A partida será no Estádio Centenário, em Caxias do Sul.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade