Futebol - ( )

Guarapiranga é plano B se São Paulo não for aos EUA na Copa

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Com seus dois principais centros de treinamento alugados para seleções durante a Copa do Mundo, a diretoria do São Paulo tenta agendar amistosos nos Estados Unidos para o período de pausa no calendário, mas já pensou em opções caso o plano fracasse. Uma delas é treinar em Guarapiranga, onde o clube mantém uma sede campestre.

Inaugurado em 1997, o local abrigou até 2001 a equipe de futebol feminino do clube. Atualmente, serve de porta de entrada para garotos que queiram chegar às divisões de base são-paulina. Os jovens aspirantes que lá se destacam são convidados a se transferir para o CT das categorias inferiores, em Cotia (o qual hospedará o selecionado colombiano ao longo do Mundial).

Divulgação/São Paulo FC
Inaugurada em 1997, sede campestre tem dois campos oficiais e alojamentos para receber o elenco principal
O CT de Guarapiranga, como é chamado, tem 100 mil metros quadrados, dois campos oficiais com arquibancada, uma piscina semiolímpica, alojamentos, refeitório e cozinha. "Uma estrutura muito boa", diz o vice-presidente de futebol, João Paulo de Jesus Lopes, responsável pelo planejamento para o período em que o time não terá nenhum compromisso pelo Campeonato Brasileiro, entre 2 de junho e 15 de julho.

Jesus Lopes foi quem viajou aos Estados Unidos, na semana retrasada, para iniciar conversas com equipes norte-americanas. Voltou animado, na quinta-feira passada, contudo não garante sucesso na ideia de explorar financeiramente o tempo inativo da equipe e o fato de ter alugado o CT profissional, na Barra Funda, à seleção estadunidense. Por isso, além de Guarapiranga, estuda opções paralelas à excursão.

O técnico Muricy Ramalho também terá permissão para usar o Morumbi. Mas não todos os dias. "A grama de lá, a Bermuda Tifway, é excelente, mas não é de alta resistência. Não queremos estragá-la", explica o dirigente, que considera ainda a utilização do campo society da parte social do clube e alguns treinos na cidade de Barueri.

Os planos alternativos, Guarapiranga em especial, deixam o presidente Juvenal Juvêncio tranquilo. E orgulhoso. "O São Paulo vai ser o único clube do Brasil que receberá duas seleções na Copa. Se fosse outro clube, vocês (jornalistas) dariam importância. E o terceiro CT, em Guarapiranga, vocês vão ver que beleza que é", falou o mandatário, às vésperas de encerrar sua gestão e entregar o cargo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade