Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Guilherme e Gil comemoram gols em tarde especial para o Corinthians

Helder Júnior São Paulo (SP)

Guilherme e Gil entraram para a história como os autores dos gols da última vitória do Corinthians no Pacaembu antes da inauguração da arena de Itaquera, na Zona Leste de São Paulo. O volante abriu o caminho para vitória por 2 a 0 sobre o Flamengo logo no princípio do jogo especial deste domingo, enquanto o zagueiro fechou o marcador no final.

“Foi demais. Estava falando para os meus companheiros que receberíamos uma energia muito positiva. Fico feliz pelo gol”, sorriu Guilherme, já animado para começar a jogar em Itaquera. “Tenho certeza de que o Pacaembu deixará saudades, mas a arena que está por vir será melhor ainda”, previu.

Já Gil era um improvável candidato a fazer o último gol corintiano antes da mudança de casa. O defensor costuma ser alvo de brincadeiras dos colegas por raramente balançar as redes. “Desde que cheguei, tenho procurado trabalhar forte. Graças a Deus, com a ajuda dos meus companheiros, consegui a vaga de titular. E agora os gols estão saindo! Dou os parabéns para o Fábio Santos, que fez um ótimo cruzamento para eu marcar”, comentou.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Guilherme abriu o placar na vitória sobre o Flamengo e comemorou com Fábio Santos
De fato, Fábio Santos fez uma boa partida contra o Flamengo e serviu como válvula de escape pelo lado esquerdo do gramado, não só na assistência para Gil. O jogador era um dos mais empolgados com o adeus ao Pacaembu.

“Foi o campo onde mais brilhei pessoalmente, o que guardo com mais carinho na memória. A gente vai ficar com saudades. Da minha parte, foram três conquistas aqui dentro. O Pacaembu ficará gravado na minha lembrança para sempre, sem dúvida alguma”, discursou.

A maioria dos jogadores do Corinthians, no entanto, já se mostra ansiosa para estrear a arena que sediará a abertura da Copa do Mundo deste ano. É o caso do volante Ralf. “É difícil deixar o Pacaembu, um estádio que marcou época para o torcedor corintiano. Mas sabemos que estamos indo para uma casa nova, muito boa. Um time da grandeza do Corinthians precisava disso”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade