Futebol Internacional/Copa da França - ( - Atualizado )

Guingamp surpreende Monaco e vai à final da Copa da França

Guingamp (França)

O Guingamp eliminou o favorito Monaco, atual vice- líder da 1ª Divisão do Campeonato Francês, por 3 a 1 e garantiu vaga na finalíssima da Copa da França.

Contando com o apoio massivo de sua torcida no Stade du Roudourou, a equipe que corre risco de rebaixamento no Francês abriu o placar logo aos seis minutos de jogo com Yatabaré. Berbatov empatou para o time do Principado 30 minutos depois. O jogo se arrastou para a prorrogação, que morna indicava os pênaltis para decidir a vaga. Só que aos 7 da segunda etapa do tempo extra, o meia turco Atik desempatou para os donos da casa e faltando três minutos Yatabaré fez o terceiro e acabou com qualquer esperança dos torcedores do Monaco, que verão de casa a final entre Rennes e Guingamp.

AFP
Yatabaré foi o destaque do duelo, marcando dois gols e garantindo o Guingamp na final (Foto: Fred Tanneau)

O Jogo - A partida que definiu o adversário do Rennes na final da Copa da França começou com o Guingamp mais agressivo nos primeiro minutos, tanto que, aos 6, em uma bola lançada na área, Yatabaré só teve o trabalho de tirar do goleiro Romero para abrir o placar para os donos da casa.

A partir de então, o Guingamp recuou para o campo defensivo, chamando o Monaco para o ataque. No entanto, o vice líder da Liga Francesa só rondava a área do goleiro Samassa sem oferecer perigos. Só que, aos 36, com bela jogada do brasileiro Fabinho pela direita, o búlgaro Berbatov só precisou colocar para dentro a bola cruzada pelo lateral e empatar a peleja, fazendo com que a primeira etapa terminasse com pressão do time visitante.

O segundo ato iniciou com o Guingamp fazendo pressão na saída de bola do Monaco, concentrando o jogo no meio de campo, o que atrapalhou a estética da partida. Tanto que só aos 37 minutos a torcida presente no Stade du Roudourou se empolgou, com uma bomba da entrada da área do atacante congolês Douniama que acertou a trave do arqueiro argentino Romero. Os anfitriões continuaram melhores, mas não para evitar a prorrogação.

O tempo extra começou com o Guingamp melhor, deixando o Monaco retraído em seu campo de defesa, apostando em tiros de longa distância. Ao time visitante restavam os contra ataques, que não davam certo na maioria das vezes.

Era visível o cansaço das duas equipes quando o juiz deu início aos últimos 15 minutos do duelo e, por isso, a disputa ficou mais morna, com nenhum dos times tomando a iniciativa. E quando a decisão parecia se destinar aos pênaltis, o pequeno meia turco Atik recebeu cruzamento da esquerda e, de primeira, desempatou a partida aos 7 do segundo tempo da prorrogação. O Monaco se atirou ao ataque sem organização tática e em um contra ataque mortal do Guingamp, Yatabaré, livre, bateu no canto esquerdo de Romero para liquidar a fatura e marcar seu segundo tento no jogo. Restavam mais três minutos para o término da semifinal, que acabou classificando a equipe da casa para a final da Copa da França.

 

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade