Futebol/Copa da Inglaterra - ( - Atualizado )

Hull City bate Sheffield em duelo emocionante e está na final da FA Cup

Londres (Inglaterra)

Na tarde deste domingo, o Hull City encontrou bastante dificuldade, mas conseguiu superar o Sheffield United, da terceira divisão inglesa, para assegurar um lugar na final da Copa da Inglaterra e manter o sonho de conquistar o primeiro título de expressão de sua história. O time preto e laranja chegou a estar perdendo, mas conseguiu a virada e a goleada por 5 a 3. Baxter, Scougall e Murphy marcaram para os Blades, mas Sagbo, Fratt, Huddlestone, Quinn e Meyler garantiram o triunfo aos Tigers.

Mas a primeira primeira a fazer festa no Wembley foi torcida do Sheffield, aos 19 minutos. Após cobrança de lateral no lado direito do ataque, John Brayford cruzou na medida para Baxter se antecipar à marcação de Chester e completar para o gol de pé direito.

O time da terceira divisão inglesa ainda pressionou quatro minutos depois, quando trabalhou a bola em volta da área do Hull e Scougall quase ampliou. Nos minutos seguintes, porém, as duas equipes caíram de produção e nenhuma oportunidade real de gol foi criada. Até que Sagbo quebrou a monotonia aos 41, quando recebeu virada de jogo de Livermore e chutou forte para empatar a partida e justificar sua presença em campo, já que até então tinha muita dificuldade para acertar uma jogada.

A alegria do time de Hull, porém, durou muito pouco no primeiro tempo. Dois minutos após o empate, Murphy ganhou de Rosenior na ponta esquerda do ataque dos Bladese cruzou para Scougall recolocar o Sheffield à frente no placar e a equipe da terceira divisão do futebol inglês desceu aos vestiários vencendo por 2 a 1.

AFP
Torcidas lotaram Wembley para acompanhar à decisão e homenagearam vítimas do desastre de Hillsborough
O intervalo serviu para o técnico Steve Bruce arrumar a casa e mexer na equipe, promovendo a entrada de Aluko e Fryatt. As substituições surtiram efeito logo aos quatro minutos da etapa final. Após escanteio levantado na área, Fryatt aproveitou desvios de Sagbo e Chester para completar com calma e igualar o placar.

Os Tigers se empolgaram com o gol de empate e foram para cima em busca da virada e foi dos pés de Huddlestone que o time preto e laranja mudou a cara do jogo e passou à frente. Em tabela com Meyler, o meio-campista ganhou dividida com Collins e marcou um golaço para fazer o terceiro do Hull.

Mas o Sheffield não desistiu de uma vaga na final e foi ao ataque com Flynn, que recebeu boa bola de Coady, mas teve chute bloqueado por Rosenior. Para colocar um ponto de exclamação na virada, o técnico Steve Bruce mostrou novamente ter estrela. O treinador promoveu o marfinense Stephen Quinn e o meio-campista, com apenas três minutos em campo, fez o quarto gol do Hull.

AFP
Em partida cheia de reviravoltas, Hull City foi pressionado, mas conquistou lugar na decisão da FA Cup (foto: Glyn Kirk)
No último minuto, ainda deu tempo de Murphy aproveitar sobra de bola dentro da área, marcar o terceiro do Sheffield United e dar esperanças à torcida dos Blades, mas Meyler repondeu logo depois ao receber bom passe às costas da zaga para anotar o quinto tento dos Tigers e dar números finais à emocionante semifinal.

Classificado para a final da Copa da Inglaterra, o Hull City lutará contra o Arsenal pelo primeiro título de expressão de sua história. A decisão será tradicionalmente disputada em Wembley, mas ainda não há data ou horário definidos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade